Goldenergy,

Os carros a gasóleo vão acabar? Saiba o que vai acontecer

Índice

O setor automóvel encontra-se num ponto de viragem importante, por causa da aprovação de uma nova medida por parte do Parlamento Europeu, que proíbe a venda de automóveis novos com emissões de CO2.

Como estamos num mundo cada vez mais consciente das consequências do aquecimento global e das alterações climáticas, a procura por soluções amigas do ambiente tornou-se uma prioridade à escala global. Por isso, a questão que se coloca é: os carros a gasóleo vão acabar? 🤔

As respostas a esta pergunta não são importantes só para os condutores de carros com motor de combustão interna, mas também para todos aqueles que se preocupam com o futuro do nosso planeta e a qualidade de vida das próximas gerações, tal como a Goldenergy faz.

Se este é um tema que lhe interessa, fique então a par do que está previsto acontecer nos próximos anos na Europa e que alternativas estão em cima da mesa para o futuro do setor automóvel.

Os carros a gasóleo vão deixar de ser fabricados?

O Parlamento Europeu diz que “a partir de 2035, a venda de carros novos com motores de combustão interna, incluindo os carros a gasóleo, será proibida. Isto significa que os fabricantes de automóveis terão que se adaptar às novas normas e concentrar-se em veículos mais ecológicos”. Neste leque, também estão incluídos os carros a gasolina.

A verdade é que algumas conhecidas marcas de automóveis já estão a dar os primeiros passos no sentido de se juntarem à missão europeia de, até 2050, se atingir a neutralidade climática.

A Porsche, por exemplo, já não produz carros com motores de combustão interna há alguns anos. A Volvo, por outro lado, comunicou que vai deixar de produzir estes carros a partir de 2024. E a Nissan também se vai juntar a este (ainda) pequeno grupo de marcas que estão empenhadas na mudança do setor e do mundo e, por isso, já estão a dar o exemplo. 🚘

Ou seja, o pontapé de saída está dado. Mas os fabricantes de automóveis já começaram a lançar opções mais sustentáveis no mercado e que, nos últimos anos, têm conquistado cada vez mais relevância. Agora, o foco será aumentar as opções mais amigas do ambiente e colocar de parte os carros a gasóleo e gasolina que dominaram o cenário automobilístico durante décadas.

É que uma grande parte dos problemas ambientais têm origem nos gases poluentes que os carros de motor de combustão interna provocam. Só na Europa, os carros ligeiros são responsáveis por 12% das emissões de gases com efeito de estufa. Sabia disto?

Por isso, a transição energética é cada vez mais urgente, se todos quisermos ajudar a alcançar as metas ambientais da União Europeia.

O que vai acontecer aos automóveis a gasóleo?

O fim está à vista e, sim, os carros a gasóleo vão deixar de ser fabricados, assim como os de gasolina. Mas atenção! É importante que não se esqueça do seguinte: a medida foca-se apenas em carros novos. Ou seja, até ao final de dezembro de 2034 ainda vão ser produzidos. E a partir dessa data, os carros movidos a gasóleo e gasolina não vão desaparecer por completo.

O que é que isto quer dizer? Então, os carros que vão estar em circulação nessa altura, vão manter-se e não serão diretamente afetados por estas medidas. Ou seja, se tem um carro a gasóleo ou gasolina, não se preocupe, porque não vai ter de se desfazer dele. Vai poder continuar a circular. 😉

Mas há um possível efeito proveniente desta medida sobre o qual deve começar a pensar: os postos de abastecimento existentes destes combustíveis podem começar a diminuir e, por isso, será menos conveniente, e mais caro até, fazer a manutenção do seu carro.

Porque a tendência será a independência dos combustíveis fósseis no setor automóvel. E os consumidores já estão, cada vez mais, à procura das opções ecológicas e as estatísticas mostram isso mesmo. A compra de carros elétricos cresceu nos últimos anos, o que mostra uma clara mudança na procura dos consumidores.

Depois, esta medida também não fala dos carros usados. Por isso, terá sempre a opção do mercado em segunda mão, caso queira vender ou comprar um carro com motor de combustão interna. Isto, claro, se a União Europeia não decidir nada em contrário nos próximos anos.

Como será o futuro do setor automóvel?

A tendência global é clara: os motores de combustão interna estão, lentamente, a ser substituídos por tecnologias mais limpas e eficientes. E a mobilidade elétrica, em particular, está a ganhar terreno, sendo a escolha de muitos condutores na Europa e no mundo.

Os carros elétricos são, atualmente, a opção mais ecológica e que dá esperança ao futuro do planeta. Como não emitem CO2, estão alinhados com as metas da União Europeia.

Já para não falar do facto de trazerem consigo alguns benefícios: a isenção de pagamento do Imposto sobre Veículos (ISV) ou do Imposto Único de Circulação (IUC), por exemplo. Além disso, o preço da eletricidade é mais baixo do que o preço dos combustíveis tradicionais, o que torna a gestão muito mais barata. 😃

Por isso, a mudança é o caminho a seguir. E é fundamental que todos nós nos adaptemos à nova realidade para conseguirmos construir um mundo mais sustentável para os próximos anos.

Na Goldenergy, já estamos a cumprir com o nosso papel. Se não faz parte desta nossa missão de criar um mundo 100% verde, então de que está à espera? Fale connosco e fique a saber como juntos podemos melhorar o futuro do nosso planeta.

Partilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Quer aderir? Nós ligamos, grátis.

Deixe os seus dados para entrarmos em contacto consigo.

Poupe em casa e cuide do planeta escolhendo energia 100% verde.

Quer receber primeiro uma proposta? Simule e veja quanto vai poupar.

Artigos recentes

Na hora de procurarmos soluções para aumentar a eficiência energética das nossas casas, as janelas são um dos pontos essenciais...
A energia solar é uma fonte de energia inesgotável e amiga do ambiente, que se apresenta como uma alternativa para...
A procura por soluções sustentáveis e eficientes no consumo de energia diário é uma prioridade cada vez maior da sociedade...

Mais lidos

Se ainda não é nosso cliente, agora vai querer ser. Conheça o nosso programa Campanha Amigo e saiba como ganhar...
Nos períodos de confinamento a recolha da leitura pelo técnico pode estar condicionada e é importante comunicar o consumo para...
Durante o mês de Novembro de 2020 o setor da energia assistiu a mais um importante passo na agilização de...