Goldenergy,

Carregar o carro elétrico em casa: tudo o que deve saber

Índice

Ano após ano, os portugueses rendem-se mais aos carros elétricos, não só pela eficiência, mas porque há, de facto, vantagens positivas para o meio ambiente na adesão à mobilidade elétrica.

Mas quando chega a hora de pensar na logística diária que envolve ter um veículo elétrico, as dúvidas começam a surgir. E a mais preocupante de todas é o carregamento em casa. Acertamos, não foi? 🔌

Muitos se questionam: é realmente possível carregar um carro elétrico em casa? Mas é preciso alterar a potência elétrica contratada? Ou quanto custa carregar o carro elétrico?

Bem sabemos que as dúvidas à volta desta questão são muitas. Por isso, vamos deixar aqui a resposta às principais questões.

É possível carregar um carro elétrico em casa?

Sim, é a resposta! É possível carregar um carro elétrico em casa. ⛽

Na verdade, a maioria dos proprietários de carros elétricos faz isso regularmente, tirando partido da vantagem que é poder fazê-lo a partir da própria casa, com a garantia de que tem as condições para o fazer, claro.

Aliás, a possibilidade de fazer o carregamento em casa é uma das principais vantagens de ter um veículo elétrico, além das mais óbvias. No fundo, a parte aborrecida de ter de se deslocar até ao posto de combustível sempre que precisa de carregar a bateria já não acontece.

Mas para carregar um carro elétrico em casa, é preciso, então, fazer algumas instalações e ter equipamentos específicos. Está a par do que é preciso? Já lá vamos, não se preocupe. 😉

O que é preciso para carregar um carro elétrico em casa?

A facilidade com que pode carregar um carro elétrico em casa vai depender, essencialmente, do tipo de habitação onde vive. E isso vai influenciar as condições que precisa de criar para conseguir realmente fazer o carregamento.

Se morar numa moradia, por exemplo, quer tenha garagem ou não, pode ficar descansado, porque tem a vida facilitada. Na prática, só precisa de ter o carro próximo de uma tomada para carregar o seu carro elétrico. Esta é a solução mais imediata.

Apesar de ser possível usar as tomadas ditas normais para este fim, a verdade é que em termos de eficiência vai ficar aquém do esperado, porque pode demorar mais do que um dia inteiro para conseguir carregar completamente a bateria do seu carro elétrico. Sabia disto?

Por isso, o melhor mesmo é optar por instalar uma wallbox. Isto é nada mais nada menos do que um carregador de parede capaz de otimizar o consumo de energia doméstica na hora de carregar o carro elétrico. Se deixar o carro a carregar durante a noite, é certo que de manhã está pronto para se fazer à estrada e sem preocupações. 🚙

Deve estar a questionar-se: e quem vive em apartamento? Ora, a logística pode não ser tão fácil quanto numa moradia, já que há um espaço comum que tem de ser partilhado com outros moradores, mas nem por isso é impossível.

Então, se tiver uma garagem privada, o processo é exatamente o mesmo como se vivesse numa moradia, caso a eletricidade esteja ligada diretamente ao seu apartamento. Ou seja, pode instalar uma wallbox e toda a energia que consumir com o carregamento entra diretamente na sua fatura da luz. Assunto resolvido!

Mas se, por acaso, tem um lugar de garagem, já é necessário ter atenção a alguns detalhes. No caso de a eletricidade estar ligada ao quadro elétrico que alimenta os espaços comuns do prédio, vai ter de abordar a questão junto do condomínio, para que os gastos com o carregamento do carro fiquem devidamente especificados.

Como a wallbox é a melhor opção para carregar o carro elétrico em casa, se não existir, pode pedir para ser instalada uma que possa ser usada por si e pelos restantes condóminos. E não se preocupe com a gestão do consumo. É possível identificar os gastos de cada condómino nestes casos.

Se for o único interessado, também não há problema, porque o condomínio não pode rejeitar o pedido de instalação, desde que não coloque em causa a segurança do prédio, claro.

Quanto custa o carregamento?

Esta é outra das grandes preocupações de quem considera comprar um carro elétrico.

Para responder à pergunta, há três fatores a considerar que têm grande impacto no valor final: o consumo do carro, o fornecedor de eletricidade e a tarifa contratada.

A título de exemplo, vamos usar os preços de eletricidade da Goldenergy como referência para criarmos um cenário hipotético. Mas antes de partirmos para os cálculos, deixamos já uma dica: o ideal é optar por uma tarifa bi-horária se quiser carregar o carro à noite, ou seja, nas horas de vazio, já que o preço é mais baixo.

Assim sendo, imagine que escolheu a tarifa bi-horária, com uma potência contratada de 6,90 kVA e tem débito direto e fatura eletrónica. Se carregar o carro elétrico à noite, vai pagar 0,1139€ por kWh (quando foi escrito este artigo).

Partindo do pressuposto que o seu veículo consome 16 kWh por cada 100 km, o custo de carregar o seu carro elétrico para percorrer 100 km vai ficar por 1,82€. Para chegar a este valor, basta fazer o seguinte cálculo: 16 kWh x 0,1139€.

Tenho de acrescentar mais potência ao tarifário?

Já sabe que a potência contratada vai ter um papel determinante na velocidade e eficiência do carregamento do carro elétrico em sua casa.

Se a potência que tem atualmente é baixa, é natural que sinta que o carregamento está lento. Porquê? A resposta é simples. O volume de eletricidade que está a receber é demasiado baixo para a necessidade de carregamento do carro. Já para não falar da possibilidade de existir uma sobrecarga da instalação elétrica. Não se pode esquecer que existem outros aparelhos em casa que estão a consumir energia.

Por isso, o que deve fazer antes de tomar alguma decisão é perceber quantos kWh diários precisa para carregar o seu carro. Depois de ter essa informação, deve acrescentar esse valor ao consumo médio de kWh que tem atualmente em sua casa, e só aí vai conseguir perceber se a potência contratada está ajustada às necessidades atuais ou não.

Se chegar à conclusão que, afinal, precisa de aumentar a potência, não se esqueça que o preço por kWh pode ser mais elevado. Como consequência, o custo de carregar o carro em casa vai ficar mais alto.

Ainda não é cliente Goldenergy? Então, pode estar na hora de mudar. Fale connosco! Vamos mostrar-lhe como juntos podemos contribuir para um mundo mais sustentável e, melhor de tudo, como consegue poupar na fatura da luz todos os meses. 🙃

Partilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Quer aderir? Nós ligamos, grátis.

Deixe os seus dados para entrarmos em contacto consigo.

Poupe em casa e cuide do planeta escolhendo energia 100% verde.

Quer receber primeiro uma proposta? Simule e veja quanto vai poupar.

Artigos recentes

Tarifa da energia indexada ou fixa: qual escolher? Na Goldenergy pode optar pela que quiser. Se está na dúvida, explicamos-lhe tudo.
À procura de dicas para poupar no consumo do forno elétrico? Prepare os seus melhores cozinhados sem desperdiçar energia e dinheiro.
Vamos carregar carros elétricos com painéis solares? Baixe os seus consumos, poupe mais nas faturas e, claro, seja amigo do ambiente.

Mais lidos

Se ainda não é nosso cliente, agora vai querer ser. Conheça o nosso programa Campanha Amigo e saiba como ganhar...
Nos períodos de confinamento a recolha da leitura pelo técnico pode estar condicionada e é importante comunicar o consumo para...
Durante o mês de Novembro de 2020 o setor da energia assistiu a mais um importante passo na agilização de...