Goldenergy,

Sustentabilidade ambiental: 5 exemplos de boas escolhas

Índice

A preocupação com o impacto que o nosso quotidiano pode causar na natureza faz com que seja cada vez mais fácil medi-lo. Há até uma forma de calcular a nossa pegada ecológica, sobre a qual já falamos neste blog.

De facto, quando analisamos a nossa rotina doméstica e investigamos a origem da eletricidade que consumimos, vemos que a simples utilização de um eletrodoméstico pode ter impacto na natureza.

Afinal, quando a eletricidade é obtida a partir de fontes de energia não renováveis (como o petróleo e o carvão), são utilizados recursos naturais e limitados para isso. Já para não falar na emissão de gases poluentes em grandes quantidades, que representam um impacto irreversível para a natureza.

Por isso, cada vez mais pessoas e empresas escolhem comercializadoras que utilizam fontes de energia 100% verdes e amigas do ambiente, como a Goldenergy.

No entanto, há mais acções que podemos e devemos fazer para adotarmos um estilo de vida mais sustentável. Neste artigo exploramos o conceito de sustentabilidade ambiental e mostramos exemplos de atitudes sustentáveis que pode começar a pôr em prática já hoje.

Porque o amanhã se constrói com as ações sustentáveis de hoje.

O que é a sustentabilidade ambiental: exemplos e benefícios

O clássico filme da Disney “O Livro da Selva”, de 1967, conta a história de Mogli, um menino indiano que cresce na selva na companhia dos lobos, tornando-se (quase) num deles.

Numa vida em completa sintonia com a natureza, Mogli aprende do seu amigo urso, Balu, que não precisaria de muito mais para viver que não fosse o “necessário, apenas o necessário”.

Por mais utópico que seja o cenário do filme, é um facto que somos igualmente parte da natureza e que, portanto, temos de cuidar dela. A questão é que a sociedade em que vivemos evoluiu para a industrialização e para determinados confortos que apenas as tecnologias conseguem oferecer.

Nesse sentido, em 1984, durante uma conferência da Organização das Nações Unidas (ONU), foi estabelecido o conceito de “desenvolvimento sustentável”: o desenvolvimento que atende às necessidades das gerações atuais sem comprometer a capacidade de as futuras atenderem às suas aspirações.

O que se pretendia com este conceito era estudar formas de adaptar os estilos de vida individual e coletivo com o objectivo de encontrar um equilíbrio, ou seja, que não comprometesse as nossas aspirações ou as necessidades do planeta.

É um desafio que parece ser grande, mas que a nível individual pode começar pelo mais básico, como reutilizar e reciclar. É um facto que ambas as ações podem ser mais trabalhosas do que deitar tudo para o lixo sem pensar duas vezes.

Mas há muitas vantagens na sustentabilidade ambiental que, num primeiro momento podem parecer pouco evidentes, mas que a longo prazo fazem toda a diferença.

  • Ao reciclarmos o lixo doméstico, colocamos na natureza muito menos lixo não-biodegradável, aquele que pode permanecer na Terra por milhares e até milhões de anos sem desaparecer.
  • Ao reutilizarmos as garrafas, os recipientes de plástico, os tecidos e até o material orgânico, diminuímos a produção de lixo de um modo geral, o que consequentemente diminui até mesmo a necessidade de reciclar.
  • Com menos consumo de plástico reduzimos a necessidade de obtenção de petróleo, fonte de energia e matéria-prima essencial para a sua produção e cuja extração causa danos irreversíveis ao planeta.
  • Quando diminuímos o uso dos transportes movidos a combustível, reduzimos a emissão de gases poluentes, que agravam o efeito de estufa.

De facto, as vantagens de optar por hábitos que priorizem a sustentabilidade ambiental podem ser resumidas numa palavra: sobrevivência. Da natureza, dos animais e a nossa, claro.

Sendo assim, a Goldenergy partilha algumas simples recomendações que pode implementar no seu quotidiano doméstico de modo a deixar a sua contribuição para um mundo mais sustentável.

Sustentabilidade ambiental: exemplos e recomendações para a rotina da casa

Reutilize e recicle tudo o que lhe aparecer pelo caminho

Nos supermercados, o que mais vemos são produtos feitos com plástico de utilização única: embalagens de carne, garrafas de água, embalagens de iogurte e muito mais.

Não é por acaso que, nas limpezas de praia (que felizmente estão a tornar-se cada vez mais comuns) são encontradas garrafas de plástico e vidro, palhinhas, caixas e até mesmo beatas.

Por isso, tanto em sua casa como por onde passe, opte por reutilizar e reciclar sempre que puder.

Deixe sacos reservados para cada um dos lixos da sua casa (papel, plástico e metal, vidro e indiferenciado) e, pelo menos duas vezes por semana, deposite-os nos ecopontos.

Seja também um bom cidadão: ande sempre com um saco extra, pois assim pode recolher o lixo que encontrar pelas ruas ou pelas praias.

Lembre-se que é responsabilidade de todos mantermos os espaços públicos limpos se o que queremos é ver a sustentabilidade ambiental presente no nosso quotidiano.

Controle o consumo de energia dos seus aparelhos

Pode fazer o controlo do consumo de energia através de duas estratégias: ao analisar as etiquetas energéticas dos eletrodomésticos antes de os adquirir, e ao utilizá-los de forma consciente.

Relativamente à primeira estratégia, referimo-nos a, sempre que for possível, optar pelos equipamentos com etiquetas A+, A++ e A+++, segundo os padrões definidos pela Classe+.

Estes equipamentos têm etiquetas de cor verde e podem ser mais caros, mas a longo prazo representam um consumo muito menor de eletricidade.

Por outro lado, os eletrodomésticos cujas etiquetas enquadram-se entre B e F (as cores destas etiquetas variam entre o amarelo e o vermelho) podem ser mais baratos, mas consomem mais eletricidade.

Independentemente da etiqueta que escolher comprar, utilize os eletrodomésticos de forma consciente, conhecendo também a sua tabela de consumo energético.

Não deixe o frigorífico aberto sem necessidade, ligue as máquinas de lavar roupa e loiça apenas quando tiverem atingido a sua capacidade máxima, dê preferência aos métodos de arrefecimento e aquecimento naturais da casa.

Porque quando falamos de consumo de energia dos eletrodomésticos, ser mais poupadinho é bom para si e para a sustentabilidade ambiental que quer ver no planeta.

Gerir o consumo de água para contribuir para a sustentabilidade ambiental

Apesar de os clientes domésticos não formarem parte dos grandes responsáveis pelo consumo de água no planeta (mas sim a indústria do agronegócio e os regadios na agricultura), pode deixar a sua contribuição ao consumir água de forma consciente.

Tomar banhos mais rápidos, implementar sistemas de reaproveitamento da água da chuva e utilizar a água da máquina de lavar roupa para limpar a casa são apenas algumas das estratégias que pode adotar.

Pode também analisar os seu hábitos alimentares, de forma a perceber como estes impactam no consumo de água a nível coletivo.

Explore novas fontes de energia na sua casa

Atualmente, os painéis solares têm-se tornado cada vez mais populares à medida que permitem às casas ganharem maior autonomia no uso da eletricidade.

Isto é, os consumidores não precisam de estar a pagar faturas altas no fim do mês, e conseguem poupar até 50% nos preços. Já para não falar de que, ao adquirir um painel solar, tem a certeza de estar a consumir pelo menos parte da eletricidade de que precisa de forma 100% amiga do ambiente

Pode ainda adquirir os painéis solares de uma comercializadora que trabalha exclusivamente com eletricidade verde, como é a Goldenergy.

Assim tem a certeza de que a sustentabilidade ambiental é uma prioridade em sua casa!

Reduza a emissão de gases poluentes

Se puder, invista nos carros elétricos, que não consomem combustíveis fósseis e não libertam gases com efeito de estufa para a natureza.

Podem ser veículos mais caros, mas há uma estrutura cada vez mais robusta de carregadores em espaços públicos que lhe vão permitir uma boa autonomia nos transportes de forma económica.

Quais destas recomendações já tinha implementado em sua casa? Quais gostava de implementar a partir de hoje para priorizar a sustentabilidade ambiental no seu quotidiano?

Mesmo sabendo que em muitos lares o consumo de plástico em excesso e a falta de planeamento na utilização dos eletrodomésticos ainda são realidade, sabemos que é possível implementar mudanças no quotidiano que fazem toda a diferença.

Porque construímos um futuro mais sustentável a partir das escolhas que fazemos hoje, adira já à eletricidade 100% verde da Goldenergy.

Partilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Quer aderir? Nós ligamos, grátis.

Deixe os seus dados para entrarmos em contacto consigo.

Poupe em casa e cuide do planeta escolhendo energia 100% verde.

Quer receber primeiro uma proposta? Simule e veja quanto vai poupar.

Artigos recentes

Preocupado com as faturas da energia? Sabemos que nunca foi tão urgente pensar em formas de pagar menos pelos consumos...
Estes aparelhos representam uma das possíveis escolhas que podemos fazer para aquecer a água da nossa casa, no caso de...
A autonomia dos carros elétricos é, e tem razão de ser, uma das maiores preocupações de quem quer comprar um...

Mais lidos

Se ainda não é nosso cliente, agora vai querer ser. Conheça o nosso programa Campanha Amigo e saiba como ganhar...
Nos períodos de confinamento a recolha da leitura pelo técnico pode estar condicionada e é importante comunicar o consumo para...
Durante o mês de Novembro de 2020 o setor da energia assistiu a mais um importante passo na agilização de...