Tabela de consumo de energia dos eletrodomésticos: guia essencial
Goldenergy,

Tabela de consumo de energia dos eletrodomésticos: guia essencial

Tabela de conteúdos

Sabemos que a produção de eletricidade pode estar ligada à emissão de gases poluentes e ao consequente agravamento do efeito de estufa – além de pesar no orçamento quando o gasto é excessivo. Por isso, olhe atentamente para esta tabela de consumo de energia dos eletrodomésticos como um recurso para cuidar do bolso e do ambiente.

Todos os anos surgem novos modelos de eletrodomésticos que facilitam a nossa vida, ao mesmo tempo que dispõem de recursos que substituem o trabalho manual. Robôs de limpeza, panelas elétricas, máquinas de lavar a loiça com múltiplas funções e muito mais.

No entanto, se por um lado estas facilidades nos poupam tempo de trabalho, por outro podem gerar um consumo de energia exagerado que lhe irá dar arrepios quando abrir a fatura da sua companhia elétrica. Por isso, é importante estar atento ao consumo médio de cada eletrodoméstico antes de o adquirir. Afinal, a potência dos eletrodomésticos está diretamente ligada ao consumo de eletricidade que os mesmos geram e, ao dispor destas informações, pode por exemplo evitar quebras de energia na casa.

De seguida, partilhamos uma tabela de consumo de energia dos eletrodomésticos, para que tenha uma estimativa da potência e dos gastos que cada um pode gerar no final de um mês. Desta forma, pode poupar nas faturas de eletricidade, consequentemente cuidando do planeta.

Conheça a tabela de consumo de energia dos eletrodomésticos

Antes de apresentar o consumo médio de cada eletrodoméstico, convém explicar um conceito que o irá ajudar a perceber o que contribui para que um equipamento consuma mais ou menos energia do que o outro.

Sabe o que significa a potência elétrica? Esta define a potência dos eletrodomésticos, ou quão “fortes” os mesmos são em relação a outros modelos. Isso irá impactar, por exemplo, na sua carga para o disjuntor. A unidade de medida mais comum para a potência elétrica é o kW (kiloWatt).

Abaixo fazemos uma relação da potência elétrica e o tempo de uso mensal médio dos principals equipamentos da casa. Assim pode observar o consumo médio de cada eletrodoméstico e perceber quais são aqueles que merecem mais atenção para evitar as faturas de eletricidade exageradas.

Esta relação foi feita com base nos dados disponibilizados no site da Loja Luz, da Selectra, uma empresa especializada na comparação das tarifas de energia.

 Eletrodomésticos  Potência elétrica (kW)  Tempo de uso mensal (Aprox.)  Consumo médio em kWs/mês
 Placa elétrica  1,35 kW  30 horas/mês  40,5 kWh/mês
 Máquina de Café 1,2 kW  15 horas/mês  18 kWh/mês
 Frigorífico  0,15 kW  240 horas/mês  36 kWh/mês
 Máquina da louça  1,125 kW  16 horas/mês  18 kWh/mês
 Aspirador  1,6 kW  12 horas/mês  19,2  kWh/mês
 Televisão  0,12 kW  120 horas/mês  14,4 kWh/mês
 Aparelhagem de  som  0,06 kW  60 horas/mês  3,6 kWh/mês
 Computador  0,3 kW  90 horas/mês  27 kWh/mês
 Impressora a  laser  0,8 kW  10 horas/mês  8 kWh/mês
 Secador de  cabelo  1,5 kW  30 horas/mês  45 kWh/mês
 Radiador  2,0 kW  60 horas/mês  120 kWh/mês

Convém destacar que a estimativa de tempo de uso mensal poderá variar de acordo com o número de pessoas que moram numa mesma casa, bem como dos seus hábitos de consumo.

Agora que já sabe quais são os focos de maior consumo do seu lar, poderá questionar-se sobre como otimizar o consumo médio dos eletrodomésticos, de forma a poupar na fatura. Partilhamos abaixo algumas dicas simples a serem amplicadas no quotidinao que o irão ajudar nesta missão.

Diminua o consumo de energia dos eletrodomésticos

Independentemente do consumo de energia dos eletrodomésticos previsto nas etiquetas energéticas , alguns hábitos quotidianos da casa interferem nas contas de eletricidade.

Naturalmente, optar por um equipamento mais económico é o ponto de partida para um lar mais otimizado energeticamente. No entanto, a potência dos eletrodomésticos não é tudo: pode começar a poupar mais com estas dicas simples e adaptadas a cada equipamento.

consumo eletrodomesticos

Frigorífico

Como pôde ver na tabela de consumo de energia de eletrodomésticos, o consumo médio de um eletrodoméstico como o frigorífico é de 36kWh/mês. Este valor, claro, poderá variar de acordo com o tamanho da família e os seus hábitos de consumo.

Por isso, não compre um frigorífico com capacidade maior do que a que realmente necessita e cuide do estado do equipamento, tendo especial atenção às borrachas da porta, através das quais ocorrem grandes perdas térmicas. Além disso, se por um lado tem de evitar colocar alimentos quentes dentro do eletrodoméstico, por outro deve sempre descongelar alimentos dentro do mesmo, pois assim terá ganhos gratuitos de frio.

E não se esqueça: um frigorífico não é uma montra. Mantenha a porta fechada sempre que possível.

Máquina de lavar roupa

O consumo médio de eletrodomésticos como a máquina de lavar roupa irá depender, naturalmente, da potência do eletrodoméstico em questão e da frequência de uso.

Nesse sentido, a primeira dica para poupar no consumo de eletricidade com a máquina de lavar roupa é utilizá-la sempre quando estiver com a carga completa, o que implica uma diminuição na frequência de lavagem. Sempre que possível, evite as baixas temperaturas e os ciclos de pré-lavagem, pois ao otimizar o seu tempo de atividade, pode desfrutar de uma maior poupança na energia.

Por fim, uma dica de limpeza que também trará resultados nas contas de eletricidade: limpe regularmente as impurezas acumuladas no filtro da máquina, pois assim irá melhorar o seu desempenho e poupar energia.

Máquina de lavar loiça

Como pôde ver na tabela de consumo de energia de eletrodomésticos, uma máquina de lavar loiça consome, em média, 18kWh/mês. De facto, este equipamento permite-lhe poupar água e tempo ao lavar a loiça à mão. No entanto, o seu gasto de eletricidade é considerável e, portanto, merece uma atenção especial.

Assim como a máquina de lavar roupa, utilize a de lavar a loiça apenas quando tiver a sua carga completa e limpe regularmente o seu filtro. Para os que adotam a tarifa bi-horária, a sugestão é utilizá-la sempre durante os períodos de vazio, pelo que a pode programar para os horários noturnos e aos finais de semana.

Por fim, um detalhe que faz toda a diferença: evite instalar a máquina de lavar loiça e o frigorífico muito próximos um do outro, pois o calor e a humidade podem danificar a máquina da loiça.

Televisão

A televisão é uma fonte de entretenimento para a família. No entanto, por mais que o consumo médio deste eletrodoméstico tenha subido consideravelmente, há ainda algumas dicas que lhe permitem poupar nas contas ao final do mês.

Se está prestes a comprar uma TV, opte por um modelo que disponha do modo ECO para ajustar a imagem do ecrã em função da luz ambiente. Isto reduz o consumo de energia.

Além disso, sempre que possível, evite que tanto este como outros eletrodomésticos estejam em modo stand by. Este representa cerca de 15% do consumo de um televisor, pelo que o ideal é desligá-lo da ficha sempre que se ausentar por longos períodos de casa.

Se possível, adapte uma das fichas da casa com o botão de ligar e desligar, para cortar a alimentação a todos os aparelhos conectados ao televisor.

Forno elétrico

Antes de adquirir um forno, avalie a sua necessidade e escolha um tamanho proporcional à mesma. Tenha em atenção as temperaturas de cozimento de cada alimento para evitar gastos desnecessários.

Se possível, cozinhe mais de um alimento de cada vez e ative o temporizador para ligar e desligar o equipamento nos momentos corretos.

Faça a limpeza regular do equipamento para destruir os resíduos e otimizar o seu funcionamento.

Ar condicionado

Um ar condicionado é um equipamento extremamente útil, tanto durante o verão como no inverno, a fim de aquecer ou arrefecer os ambientes da casa. No entanto, já sabemos que a melhor forma de poupar na eletricidade é utilizá-lo somente quando necessário. Por isso, instale toldos, feche os estores e as cortinas e mantenha a casa numa temperatura estável, para reduzir a necessidade de climatização.

Coloque o aparelho de ar condicionado num local que não seja atingido pelo sol ou, caso a unidade condensadora esteja sobre o telhado, crie um sistema de sombreamento.

Por fim, mantenha o ar condicionado de casa desligado e as janelas abertas, de modo a deixar que o ar externo circule durante os horários mais amenos, como ao início do dia ou ao final da noite.

Se chegou até aqui, já sabe que o consumo médio de cada eletrodoméstico pode variar bastante, refletindo numa menor ou maior necessidade energética para o seu bom funcionamento. Agora que já conhece as melhores dicas para poupar nas faturas de eletricidade, consulte a tabela de consumo de energia dos eletrodomésticos sempre antes de adquirir um novo equipamento.

Seja consciente e otimize o uso da eletricidade sempre que possível. A Goldenergy pode ajudar. O planeta e o seu bolso agradecem!

Partilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Quer aderir? Nós ligamos, grátis.

Deixe os seus dados para entrarmos em contacto consigo.

Poupe em casa e cuide do planeta escolhendo energia 100% verde.

Quer receber primeiro uma proposta? Simule e veja quanto vai poupar.

Artigos recentes

Mude para a Goldenergy para perceber porque é que somos a comercializadora de eleição de centenas de milhares de portugueses....
Neste artigo, vamos falar sobre a tarifa tri-horária, aquela que divide o seu consumo de eletricidade em três tarifas, mais...
Já alguma vez analisou o seu tarifário de eletricidade? Será a tarifa bi-horária a mais acertada para si? Está a...

Mais lidos

Se ainda não é nosso cliente, agora vai querer ser. Conheça o nosso programa Member Get Member e saiba como...
Nos períodos de confinamento a recolha da leitura pelo técnico pode estar condicionada e é importante comunicar o consumo para...
Durante o mês de Novembro de 2020 o setor da energia assistiu a mais um importante passo na agilização de...