A pobreza energética ainda é uma realidade muito presente em Portugal. Com o passar dos anos, as casas têm revelado que não estão minimamente preparadas para os invernos cada vez mais rigorosos e verões excessivamente quentes.

E tentar dar a volta a este problema com a instalação de ar condicionado ou aquecimento central em casas com baixa eficiência térmica não é a melhor solução.

Por isso, o isolamento térmico interior de casas já construídas é tão importante. Se quer tornar a sua casa mais confortável e eficiente energeticamente, vamos dar-lhe uma ajuda. Descubra a necessidade de isolar o interior da sua casa e como é que o pode começar a fazer. 👇

Qual é a importância do isolamento das casas?

Durante várias décadas, as casas portuguesas foram construídas sem os cuidados essenciais no que diz respeito à eficiência energética. E com o passar do tempo, é natural que muitas delas também tenham perdido a eficiência que outrora tinham.

Mas o isolamento térmico é fundamental para garantir que a casa é capaz de manter uma temperatura agradável durante todo o ano, independentemente das condições externas.

Quando não existe um bom isolamento – paredes, teto, portas ou janelas até -, de nada adianta ter um sistema de climatização. O que vai acontecer é que a casa não vai ser capaz de reter o calor ou frio, levando a um aumento do consumo de energia e, como consequência, do preço a pagar pela fatura da energia. 💡

Os benefícios de um bom isolamento térmico de casas já construídas estão provados. Ora veja!

Conforto

O conforto térmico é essencial para a saúde e bem-estar de quem vive na casa. Ambientes muito frios ou quentes podem causar desconforto, stress e até problemas de saúde. Por isso, ter o melhor isolamento térmico interior vai ajudar a manter uma temperatura mais estável. No final, a sua qualidade de vida é que fica a ganhar.

Poupança

Garantir que tem um bom isolamento térmico interior pode ajudar, e muito, a poupar todos os meses na fatura da luz. Como? É simples! Um isolamento eficiente reduz a necessidade de utilizar sistemas de climatização com muita frequência e em intensidades elevadas. Na verdade, isto leva a um menor consumo de energia elétrica, o que significa mais poupança ao final do mês. 💰

E se pensar a longo prazo, os benefícios são ainda maiores. Investir em isolamento térmico pode ser altamente rentável, porque os custos de manutenção de uma casa acabam por se tornar mais baixos.

Hoje em dia, há incentivos fiscais que apoiam a eficiência energética como o Programa de Apoio a Edifícios mais Sustentáveis. Por isso, é cada vez mais possível conseguir poupar a todos os níveis se forem dados os primeiros passos para garantir o isolamento térmico interior de casas já construídas.

Sustentabilidade

O impacto ambiental decorrente das nossas ações é um tema quente da atualidade, como já se sabe. Por isso, está ao alcance de cada um de nós fazer as mudanças necessárias para ter um mundo verde. 🌱

Desengane-se se achava que o isolamento térmico de sua casa não tinha impacto no ambiente. Sabia que pode ajudar a reduzir as emissões de gases com efeito de estufa? Ao reduzir o consumo de energia, graças a um isolamento eficiente, a pegada de carbono de sua casa diminui, logo o ambiente sai em vantagem.

Já para não falar que os materiais utilizados para o isolamento do interior das casas são recicláveis ou provenientes de fontes renováveis. Ou seja, até na hora de isolar consegue ter opções mais sustentáveis, contribuindo para a economia circular e reduzindo a dependência de recursos não renováveis.

Que áreas são isoladas?

Para assegurar o isolamento térmico de casas já construídas, há áreas chave a que deve dar especial atenção:

Paredes

As paredes representam a maior superfície da casa e estão em contacto direto com o exterior. Por isso, são uma das principais fontes de ganho ou perda de calor. Ao isolar as paredes com materiais adequados, vai ser mais fácil melhorar a eficiência energética. 😉

Telhado

O telhado da casa é outra área crítica no que diz respeito ao isolamento térmico. Por isso, um telhado bem isolado impede que o calor saia mais facilmente durante o inverno e evita o sobreaquecimento no verão.

Pavimento

Sabia que o isolamento do pavimento também pode evitar a perda de calor? Por exemplo, em casas construídas em áreas não isoladas, é recomendado o isolamento adequado para evitar a perda de calor indesejada.

Janelas e portas

Embora sejam mais eficazes em reter calor, hoje em dia as janelas e portas também podem ser causadoras da perda de calor. Neste caso, é importante certificar-se de que elas estão bem vedadas e, se possível, com vidros duplos. Isto pode fazer com que o isolamento térmico melhore significativamente.

O melhor isolamento para o interior de uma casa

Existem vários materiais para isolamento térmico no mercado. Por isso, opções não lhe vão faltar! O que importa é perceber o que é cada uma e adaptar às suas necessidades e orçamento.

Para as casas já construídas, o melhor isolamento térmico interior pode ser, então, com um dos seguintes materiais:

Lã mineral

É um dos materiais mais populares para o isolamento térmico. Além de leve, é fácil de instalar e é capaz de reduzir a transferência de calor e som. Sim, também tem isolamento acústico. Por isso, esta opção pode ser mesmo o melhor isolamento térmico para paredes interiores.

Poliestireno expandido (EPS)

O EPS é uma opção mais económica e eficiente para isolar interiores. É frequentemente utilizado em paredes, mas já não é tão recomendado usar em pavimentos.

Poliuretano (PUR)

O poliuretano é um material com elevada capacidade de isolamento. É aplicado em forma de espuma, o que facilita a sua instalação em espaços mais irregulares. Geralmente, é usado para isolar tetos e paredes.

Celulose

Produzido a partir de papel reciclado, a celulose é uma opção ecológica e, acima de tudo, eficaz para o isolamento de sótãos e paredes, por exemplo. Tem uma capacidade de isolamento térmico e acústico, além de poder ser projetada em espaços de difícil acesso. ♻️

Isolamento com argamassa

Este tipo de isolamento é aplicado diretamente nas paredes e telhados, formando uma camada que reduz eficazmente a transferência de calor. É especialmente útil para casas com paredes húmidas ou problemas de condensação.

Se pretende adotar uma abordagem sustentável e usufruir de energia totalmente proveniente de fontes verdes, está a um passo de o conseguir. Caso ainda não o tenha feito, junte-se à Goldenergy e ajude-nos a ampliar o nosso compromisso com o ambiente. Juntos, podemos estar mais próximos de um futuro mais ecológico. 🌍