Goldenergy,

Energia eólica para casas: saiba como funciona

Índice

Nos últimos anos, a procura por fontes de energia mais limpas tem-se intensificado.

E apesar de se associar, frequentemente, a energia eólica a parques com filas de aerogeradores gigantes, esta opção já começa a ser uma solução para quem quer tirar partido da força do vento para gerar energia diretamente na própria casa. Sim, leu bem!

Achava que esta fonte de energia não podia ser aproveitada em ambiente doméstico? Sim, é possível e vamos contar-lhe tudo. Existem desafios, claro, mas as vantagens conseguem ser bastante convincentes.

Ora fique a saber como funciona a energia eólica para casas e tudo o que é preciso ter. 🙂

Como funciona a energia eólica residencial?

A energia eólica doméstica tem o mesmo princípio dos parques eólicos que estamos habituados a ver: converter a energia cinética do vento em energia elétrica.

No caso específico de uma residência, os aerogeradores têm um tamanho mais pequeno, em comparação com os tradicionais dos grandes parques eólicos, e estão instalados em áreas onde o vento passa de forma consistente, para garantir um melhor aproveitamento deste recurso.

Por norma, o telhado é o espaço mais comum para se instalar um aerogerador, ou num terreno da casa, à semelhança do que já acontece com os painéis solares, por exemplo.

E o que é que acontece? Então, as pás das turbinas eólicas captam o vento e, depois, transformam-no em energia elétrica através do gerador interno que possuem, para que esta energia possa ser utilizada em casa. No fundo, essa energia elétrica é integrada na rede para consumo próprio. Caso exista um excesso, ela pode ser armazenada em baterias para ser usada mais tarde.

A velocidade do vento e a qualidade do sistema é que vão garantir a eficiência de todo o processo. No caso particular do vento, é um fator que não está sob o seu controlo, claro. Por isso, se garantir que investe num aerogerador de qualidade e que o coloca no lugar ideal, então, terá mais possibilidades de ter um melhor aproveitamento desta fonte de energia renovável.

Como ter energia eólica em casa

Se a energia eólica não estava na sua lista de opções, talvez possa mudar de ideais a partir de agora. Já percebeu que, afinal, a energia do vento também está ao alcance do ambiente doméstico e que, sim, a energia eólica residencial é uma realidade, cada vez mais democratizada.

Ainda não está convencido? Ora veja. 🙂

Requisitos

A energia eólica para casa requer algumas condições:

1. Garantia de que escolhe a localização mais apropriada para instalar o sistema eólico. Uma boa dica é consultar as condições do vento na sua localização, para conseguir identificar corretamente qual o melhor espaço para tirar partido do vento.

2. Assegurar-se que há espaço suficiente. Apesar de mais pequenas, as turbinas eólicas residenciais continuam a precisar de espaço para que funcionem de forma eficiente. É importante garantir que o espaço está livre de obstáculos, como árvores grandes ou edifícios muito próximos, que possam dificultar a missão de aproveitar a força do vento.

3. Por fim, mas não menos importante, deve ter as permissões necessárias. Antes de tomar uma decisão, consulte as regulamentações do local onde mora. Existem restrições específicas, dependendo da zona onde vive, que deve respeitar e, muitas vezes, há licenças que são obrigatórias.

Instalação e manutenção

Para instalar um sistema de energia eólica vai precisar de escolher, primeiro, o aerogerador que melhor se adequa às suas necessidades e orçamento, claro.

Existem diferentes opções no mercado. Por isso, deve escolher um em função da velocidade do vento da zona onde vive e que seja capaz de suportar as necessidades de consumo da sua casa.

Depois da escolha estar feita, é hora de perceber onde vai instalar o sistema. O importante é garantir que o espaço não tem obstáculos que possam comprometer a eficiência do sistema.

Para conseguir aproveitar realmente a energia proveniente do vento, vai ter de conectar o aerogerador ao sistema elétrico da casa. O ideal é ter um profissional qualificado para assumir a instalação. Assim, vai garantir que o serviço está bem feito e sem falhas de segurança.

No que diz respeito à manutenção, deve estar atento e perceber se, entretanto, alguma parte do sistema apresenta danos ou desgaste. Também a limpeza deve fazer parte das suas tarefas, assim que instalar o sistema de energia eólica. As pás da turbina devem ser limpas para garantir que funcionam de forma eficiente.

Se notar, por exemplo, que existe uma quebra na produção de energia, talvez seja um indicador de que o sistema pode estar com algum problema e aí será mais fácil agir no imediato.

Lembre-se que a manutenção das peças pode variar de acordo com o sistema em que investiu. Por isso, informe-se junto do fornecedor para garantir que está a fazer o que é certo. Mas o melhor mesmo é recorrer a um técnico especializado em manutenção de energia eólica residencial e, assim, evita dores de cabeça no futuro.

Vantagens e desvantagens

Eis as vantagens:

1. Sustentabilidade: a energia eólica é uma fonte de energia limpa, que não produz emissões com impacto negativo para o ambiente.

2. Auto-suficiência: a energia eólica residencial é mais uma solução para alcançar a auto-suficiência energética. Ao produzir a própria energia, deixa de estar à mercê da rede elétrica pública e da flutuação dos preços da energia.

3. Redução dos custos de energia: ao gerar parte ou a totalidade da eletricidade em sua casa, os gastos mensais com a energia podem ser significativamente mais baixos.

4. Valorização do imóvel: caso pense em vender a sua casa, no futuro, a existência de um sistema de energia eólica pode ajudar, e muito, a valorizar o imóvel, sobretudo aos olhos dos compradores que procuram investir numa casa mais amiga do ambiente.

Relativamente às desvantagens:

1. Investimento elevado vs retorno: o custo inicial da compra e instalação de um sistema de energia eólica para casas pode ser significativo, incluindo a compra da turbina, a instalação, a ligação à rede elétrica. Já para não falar na manutenção. E se compararmos esta opção com o investimento em painéis solares, o retorno deste investimento também pode demorar mais tempo a ser recuperado.

2. Dependência das condições do vento: a eficiência da energia eólica depende diretamente das condições do vento onde vive, o que pode tornar a geração de energia elétrica instável em determinadas alturas.

3. Regulamentações: as restrições locais podem, muitas vezes, dificultar ou limitar, até, a instalação do sistema de energia eólica doméstica, tornando ainda mais difícil a escolha desta solução.

4. Impacto na vida selvagem: as pás das turbinas eólicas residenciais, apesar de mais pequenas do que as tradicionais, podem representar um risco para as aves, uma vez que podem colidir com as pás em movimento.

Partilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Quer aderir? Nós ligamos, grátis.

Deixe os seus dados para entrarmos em contacto consigo.

Poupe em casa e cuide do planeta escolhendo energia 100% verde.

Quer receber primeiro uma proposta? Simule e veja quanto vai poupar.

Artigos recentes

Tarifa da energia indexada ou fixa: qual escolher? Na Goldenergy pode optar pela que quiser. Se está na dúvida, explicamos-lhe tudo.
À procura de dicas para poupar no consumo do forno elétrico? Prepare os seus melhores cozinhados sem desperdiçar energia e dinheiro.
Vamos carregar carros elétricos com painéis solares? Baixe os seus consumos, poupe mais nas faturas e, claro, seja amigo do ambiente.

Mais lidos

Se ainda não é nosso cliente, agora vai querer ser. Conheça o nosso programa Campanha Amigo e saiba como ganhar...
Nos períodos de confinamento a recolha da leitura pelo técnico pode estar condicionada e é importante comunicar o consumo para...
Durante o mês de Novembro de 2020 o setor da energia assistiu a mais um importante passo na agilização de...