7 tipos de energia renovável (e as 5 que utilizamos em Portugal)
Goldenergy,

7 tipos de energia renovável (e as 5 que utilizamos em Portugal)

Tabela de conteúdos

Já pensou sobre a importância dos diferentes tipos de energia renovável? Experimente imaginar o mundo sem eletricidade. Sem dúvida, seria algo tão assustador como um filme de science fiction, como o Mad Max.

Mas acredite: se continuarmos a consumir energias obtidas a partir de combustíveis fósseis e ignorarmos os sinais da natureza, é possível que algo de assustador aconteça.

Paisagens inóspitas, oceanos inabitados, temperaturas globais extremamente altas, população sem acesso a condições básicas e um sem-fim de problemas. Se não fosse a nossa incrível capacidade de prever os piores cenários e antecipar as soluções – claro.

O investimento nos diferentes tipos de energia renovável é uma delas. Ou melhor, uma das mais importantes soluções para nos distanciar dos filmes sci-fi.

E está a funcionar, veja lá: em todo o ano de 2020, as energias renováveis alimentaram 60% do consumo energético de Portugal. Se considerarmos apenas o primeiro trimestre, emitimos 1,4 milhões de toneladas de CO2 a menos no setor da eletricidade. Estes números são muito positivos e devemos ser otimistas, claro. Dessa forma o planeta respira melhor – nós também!

Mas eles fazem sentido para si? Ou, talvez, esteja a perguntar-se o que é que são estas energias renováveis e porque é que as toneladas de CO2 importam.

Este artigo será um autêntico guião para explicar os detalhes. Afinal, a Goldenergy sabe tudo sobre energias renováveis.

O que é a energia renovável?

Este termo já é bastante sugestivo:

  • quando falamos de energia, falamos da energia elétrica, ou da eletricidade, utilizada no nosso quotidiano;
  • e quando a qualificamos como renovável, dizemos que esta fonte de energia é renovada rapidamente pela natureza.

Ou seja, uma fonte de energia renovável é aquela reposta tão ou mais rapidamente do que a podemos consumir. Dessa forma, não estamos a extrair da natureza mais do que ela nos possa dar. Pelo contrário: é uma lógica de consumo sustentável. E atenção: não apenas extraímos menos recursos, como extraímos recursos melhores, que não agridem o planeta.

Quer saber quais são estes recursos? Eis aqui a lista dos tipos de energia renovável.

Os 7 tipos de energia renovável conhecidos até ao momento

Energia Solar

Energia renovável obtida através da transformação da energia luminosa do sol em elétrica.

Energia Eólica

Tipo de energia renovável obtida através da transformação da energia cinética dos ventos em elétrica.

Energia Hidráulica

Modalidade de energia renovável obtida através da transformação da energia cinética dos cursos de água em elétrica.

Energia Geotérmica

Energia renovável obtida através da transformação da energia térmica das águas quentes e vapores do interior da Terra em elétrica.

Energia Maremotriz

Tipo de energia renovável obtida através da transformação da energia cinética das ondas e marés em elétrica.

Energia do Hidrogénio

Energia obtida a partir da combinação entre o hidrogénio e o oxigénio, que liberta energia térmica, posteriormente convertida em eletricidade.

Biomassa

Energia obtida durante a transformação de derivados de organismos vivos para a produção de energia calorífica, que é de seguida convertida em elétrica.

E, pronto, agora já ficou a conhecer os tipos de energia renovável mais amplamente utilizados no mundo. Mas, claro, há sempre modalidades a descobrir. E, não, não é magia: é a tecnologia agindo a nosso favor! ????

E quais são as energias não-renováveis?

Então, se as protagonistas são as energias renováveis, quais seriam as suas antagonistas, as energias não-renováveis? Seriam aquelas fontes de eletricidade que o planeta demora muito mais a repor do que nós demoramos a utilizá-las.

São elas o petróleo e o carvão mineral, por exemplo. Recursos que além de levarem centenas de milhares de anos a serem repostos, possuem processos de extração e transporte muito arriscados.

Por exemplo, os vazamentos de petróleo em alto-mar que dizimam os ecossistemas marinhos. Uma verdadeira tragédia, que até pode ser tema de outro artigo.

Ora bem, estamos a construir bem este guião: já sabemos quais são as fontes de energia renovável utilizadas atualmente no mercado.

Agora, vamos lá inseri-las no cenário nacional e analisar o papel de cada uma. Quais seriam os tipos de energia renovável utilizados atualmente em Portugal?

Tipos de energia renovável que utilizamos em Portugal

Antes de falarmos dos principais exemplos de energia renovável em Portugal, convém informar que no cenário internacional estamos a ir muito bem, obrigado.

Ganhamos destaque por estarmos no TOP 5 dos maiores produtores de energia solar e eólica. Partilhamos os holofotes com a Dinamarca, a Irlanda, o Uruguai e o Reino Unido.

A propósito, vamos começar por estes exemplos de energia renovável que nos tornam referência no mundo?

1. Energia Eólica

A Associação de Energias Renováveis (APREN) considera que, em 2019, as energias renováveis representaram 55,2% de toda a eletricidade consumida em Portugal.

Nesse sentido, a energia eólica foi a grande protagonista, totalizando 27% de toda a energia produzida no país.

A força dos ventos impulsionou esta história de sucesso desde 1988, quando foi fundado o primeiro parque eólico em Santa Maria, nos Açores.

2. Energia Solar

Se a nível internacional a nossa energia solar também é protagonista, quando mudamos a perspetiva para o cenário local, podemos considerá-la quase secundária.

Afinal, segundo a APREN, em 2019 a energia solar representou apenas 2,2% de toda a produção nacional de eletricidade.

A sua relevância é pouca quando a comparamos com os outros tipos de energia renovável, como a eólica e a hídrica. Mas quando analisamos apenas a energia eólica, vemos que ela evoluiu bastante.

Segundo a Direção-Geral de Energia e Geologia (DGEG), em 5 anos Portugal duplicou a sua produção de energia solar. Se em 2014, tínhamos gerado 627 gigawatts hora (GWh) de energia fotovoltaica, em 2019 este número subiu para 1276. And counting!

Afinal, cada vez mais pessoas aderem aos painéis solares fotovoltaicos e produzem a energia que consomem.

Por sinal, a Goldenergy é uma das grandes incentivadoras dessa mudança. Mas isso é tema para uma sequela! ????

3. Energia hídrica

Eis a segunda superstar das energias renováveis: a energia obtida a partir da força das águas dos rios.

Em Portugal, há rios bastante famosos pelo turismo, como o Tejo, o Douro e o Minho. Mas também sabemos muito bem como aproveitar o seu potencial elétrico.

Em 2019, a energia hídrica representou 20% de toda a eletricidade produzida em Portugal. Ou seja, apenas perdia a cena para a energia eólica.

E a APREN reconhece: “as centrais hídricas são o modo mais eficiente de gerar eletricidade e contribuem para a estabilidade do sistema elétrico”.

4. Energia da biomassa

Já a biomassa, tal como a energia solar, tem um papel secundário (embora importante) no cenário nacional das energias renováveis.

Segundo a APREN, em 2018, contabilizavam-se 10 Centrais Térmicas a Biomassa e 10 Fábricas de Pellets em Portugal dedicadas a biomassa florestal. Ambas consumiram mais de 2 milhões de toneladas naquele ano.

Em 2019, a biomassa representava 5,7% da produção nacional de eletricidade, sendo apenas mais significativa do que a energia geotérmica para o cenário português.

5. Energia Geotérmica

Esta é a grande figurante dos diferentes tipos de energia renovável em Portugal: a geotérmica. A sua atuação é pequena, pois representava apenas 0,4% de toda a energia elétrica produzida no país em 2019.

A APREN destaca as centrais geotérmicas das ilhas de Ponta Delgada e Angra do Heroísmo. De facto, os Açores têm mesmo águas termais espetaculares.

E esse mesmo princípio é capaz de gerar a energia geotérmica nas grandes centrais. A força da natureza é que protagoniza esta cena.

Como saber a origem da eletricidade da minha casa?

Como já deve saber, existe em Portugal o chamado mercado livre de energia, em que diferentes comercializadoras disponibilizam tarifas que não exigem contrato de fidelização.

Nesse sentido, as comercializadoras devem transmitir aos clientes todos os detalhes dos seus serviços com a maior clareza. Nas próprias faturas de eletricidade, por exemplo, pode saber se a eletricidade que consumiu num determinado mês teve como origem as fontes renováveis.

Na Goldenergy temos orgulho em oferecer apenas eletricidade proveniente de fontes de energia renovável. Porque sabemos que o amanhã constrói-se hoje.

Para excluir qualquer possibilidade de vivenciarmos um futuro saído dos filmes sci-fi, é preciso mudar o fio condutor da narrativa: tome decisões mais sustentáveis.

Adira já hoje a uma energia totalmente renovável e amiga do ambiente.

Partilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Quer aderir? Nós ligamos, grátis.

Deixe os seus dados para entrarmos em contacto consigo.

Poupe em casa e cuide do planeta escolhendo energia 100% verde.

Quer receber primeiro uma proposta? Simule e veja quanto vai poupar.

Artigos recentes

Mude para a Goldenergy para perceber porque é que somos a comercializadora de eleição de centenas de milhares de portugueses....
Neste artigo, vamos falar sobre a tarifa tri-horária, aquela que divide o seu consumo de eletricidade em três tarifas, mais...
Já alguma vez analisou o seu tarifário de eletricidade? Será a tarifa bi-horária a mais acertada para si? Está a...

Mais lidos

Se ainda não é nosso cliente, agora vai querer ser. Conheça o nosso programa Member Get Member e saiba como...
Nos períodos de confinamento a recolha da leitura pelo técnico pode estar condicionada e é importante comunicar o consumo para...
Durante o mês de Novembro de 2020 o setor da energia assistiu a mais um importante passo na agilização de...