Vivemos na era digital onde a tecnologia se tornou uma parte indispensável do nosso dia a dia. Mas, apesar de muito útil, nem tudo é bom. Esta dependência tem um custo demasiado alto para o meio ambiente: o lixo eletrónico.

Com o aumento constante da produção e, consequentemente, o descarte dos dispositivos eletrónicos, é urgente esclarecer a importância de fazer a reciclagem de eletrónicos.

Se não sabe ao certo que destino dar aos equipamentos eletrónicos que já estão em desuso, e verdade seja dita, já só ocupam espaço lá em casa, vamos esclarecer tudo. Descubra, finalmente, como se deve reciclar o lixo eletrónico sem prejudicar o planeta.

Importância da reciclagem de eletrónicos

Segundo a ONU (Organização das Nações Unidas), são geradas cerca de 50 milhões de toneladas de lixo eletrónico, anualmente, em todo o mundo. Sabia disto? 😮

Mas apenas uma pequena percentagem é reciclada adequadamente. A maior parte acaba em aterros ou é tratada de forma inadequada em países em desenvolvimento, causando prejuízos ambientais e à saúde.

Os dispositivos eletrónicos como smartphones, computadores e tablets, por exemplo, têm uma variedade de materiais valiosos, mas também tóxicos e prejudiciais ao ambiente se forem descartados de forma incorreta. Por isso a reciclagem de eletrónicos é tão importante para o meio ambiente e, acima de tudo, para o futuro sustentável do planeta.

Um dos principais motivos pelos quais se deve reciclar o lixo eletrónico é, precisamente, o impacto ambiental. 🌍

Como estes aparelhos têm, habitualmente, metais pesados como o chumbo ou mercúrio, por exemplo, assim como substâncias químicas perigosas, é preciso garantir que no final da sua vida eles são deixados no lugar certo para que sejam evitados problemas maiores.

Se forem parar a aterros sanitários, por exemplo, estas substâncias podem contaminar o solo e a água. E isto é um ciclo. Depois de contaminados, a vida selvagem e a nossa saúde são colocadas em risco.

Mas há mais. Ao reciclar o lixo eletrónico também vai estar a contribuir para a conservação dos recursos naturais que existem no mundo.

A extração de metais presentes nestes dispositivos, como o cobre e o alumínio, por exemplo, requer grandes quantidades de energia. Se reciclar os eletrónicos corretamente, então vai ser possível recuperar esses materiais preciosos e reintroduzi-los no ciclo de produção.

Onde podem ser reciclados os lixos eletrónicos?

Pode não estar a par, mas a verdade é que existem várias opções para poder fazer a reciclagem de eletrónicos. Melhor: não tem de pagar por isso.

Por isso, já não há desculpas para ser descuidado, certo? Tome nota das opções mais comuns:

Pontos de recolha de REEE (Resíduos de Equipamentos Elétricos e Eletrónicos): estão espalhados por todo o país, passando por lojas e centros comerciais. Encontre aqui o ponto de recolha mais próximo de si para poder deixar aquilo que já não usa.

Autarquias: vários municípios beneficiam de um sistema de recolha de equipamentos eletrónicos que sejam de maiores dimensões, como um frigorífico, por exemplo. Por isso, basta contactar a sua para tentar perceber como funciona.

Lojas: quando compra um aparelho eletrónico novo, pode pedir para recolherem o aparelho antigo.

Ecocentros: ao contrário dos ecopontos, onde se devem colocar resíduos de embalagens, os ecocentros destinam-se a reciclar todos os resíduos que não podem ser colocados nos ecopontos, como móveis, lâmpadas ou baterias, por exemplo. Em Portugal, há um total de 231 parques. Encontre o centro mais próximo aqui.

Algumas peças podem ser reutilizadas?

Sim, muitos aparelhos eletrónicos ou peças podem ser reutilizados. 😃

Os dispositivos eletrónicos têm uma série de componentes, alguns dos quais podem ser recuperados e reaproveitados para darem vida a novos produtos. Muitas vezes também podem ser utilizados para reparar equipamentos estragados.

Eis algumas das peças que podem ser reutilizadas frequentemente:

Baterias: Se as baterias ainda estiverem em boas condições, podem ser removidas e utilizadas noutros dispositivos compatíveis. Com o devido recondicionamento, as baterias usadas podem ser reutilizadas, reduzindo, assim, a necessidade de se fabricarem novas baterias. No final, é possível minimizar o desperdício tóxico de baterias.

Ecrãs e monitores: Em alguns casos, os ecrãs e monitores de dispositivos eletrónicos podem ser recuperados e utilizados em reparações de outros aparelhos com problemas semelhantes.

Placas de circuito impresso (PCBs): As PCBs são o coração dos dispositivos eletrónicos e podem ser encontradas em todos os aparelhos eletrónicos. Habitualmente, têm metais valiosos. A recuperação desses materiais acaba por ser essencial se quisermos conservar os recursos naturais que ainda existem.

A reutilização destas peças ajuda, no fundo, a gerir melhor os recursos disponíveis e a poupar energia, já que não existe a necessidade de se produzirem novos componentes a partir do zero. Já para não falar de que se está a contribuir para a redução da quantidade de lixo eletrónico no mundo.

Por isso, arregace as mangas e comece a fazer uma limpeza geral aos equipamentos lá de casa. Agora que já sabe onde deve descartar o lixo eletrónico, veja o que pode enviar para a reciclagem ou que ainda pode reaproveitar e dar uma segunda vida. Faça a sua parte e junte-se à missão da Goldenergy: um país cada vez mais verde. 🌱