CUI e CPE: o que são, para que servem e onde encontrar
Goldenergy,

CUI e CPE: o que são, para que servem e onde encontrar

Índice

Conseguir ler uma fatura de gás e/ou de eletricidade é ainda um desafio para muitos consumidores. Muitas vezes pedem-lhe o CUI e o CPE. Sabe o que são? Explicamos tudo.

De facto, não raramente falta alguma clareza por parte das comercializadoras, que adicionam letras e números ao documento em tamanhos quase microscópicos.

No entanto, por vezes não se trata de um problema de design. É apenas porque há muitos dados que devem ser adicionados a este documento para o tornar único e transparente para cada consumidor.

As informações sobre CUI e CPE são apenas alguns exemplos destes números e letras minúsculos que preenchem uma fatura.
Mas sabe o que são e para que servem?

Estes números são fundamentais para distinguir o seu imóvel entre as centenas de milhares de outro imóveis espalhados pelo país, bem como as respetivas instalações de gás natural e eletricidade.

Neste artigo, a Goldenergy explica-lhe o que são o CUI e o CPE e como poderá identificá-los ou obtê-los.

Somos uma comercializadora de eletricidade e gás com o preço justo e acreditamos que o amanhã se constrói hoje. Com informações transparentes e respeito pelo ambiente, claro!

O que é o CUI – Código Universal de Instalação

Assim como as pessoas, os imóveis têm documentos que funcionam como uma espécie de bilhete de identidade.

Este documento, naturalmente, serve para os distinguir entre os demais imóveis e possibilitar a pesquisa de informações sobre o seu estado atual e/ou sobre o seu histórico.

O Código Universal de Instalação (CUI) é um destes documentos e permite identificar a instalação de gás natural do seu imóvel. Nesse sentido, este código é único para cada casa ou estabelecimento comercial que disponha de fornecimento de gás.

Como identificar o seu CUI?

O CUI, apesar de funcionar como um bilhete de identidade, não está atribuído a um cartão específico. Pelo contrário: o seu número está registado em cada fatura de gás que chega à sua casa.

Ou seja, para o identificar, basta consultar a sua fatua de gás natural e procurar por uma sequência de 20 dígitos. Tenha em atenção que:

  • Os dois primeiros dígitos são sempre PT, ou seja, correspondem à identificação nacional.
  • Os dois últimos são uma sequência de letras que variam para cada imóvel.
  • Os 16 dígitos que ficam a meio são uma sequência de números variável para cada imóvel.

Nas faturas da Goldenergy, o CUI aparece à esquerda da folha, dentro da caixa intitulada “DADOS DO CONTRATO”. O CUI está logo abaixo do campo “Morada de fornecimento”, ao lado do CPE, sobre o qual falaremos mais à frente.

Certo. Mas quando é que vai precisar de utilizar este código?

Para que serve o CUI?

O CUI é necessário para resolver mudanças e outras questões contratuais, ou seja, não pode fazer qualquer alteração ao seu contrato sem dispor deste número.

Poderá precisar do CUI por exemplo quando for:

  • Dar as leituras de gás natural;
  • Proceder à mudança de titular do contrato;
  • Solicitar a alteração dos dados pessoais ou outras informações;
  • Contratar uma nova comercializadora.

Que entidade é responsável por atribuir o CUI?

A distribuidora de gás natural da sua zona. Só após construída a instalação e estabelecido o ramal de ligação entre a mesma e a rede de distribuição de gás natural, é que poderá utilizá-lo em sua casa ou empresa.

Lembramos que há atualmente em Portugal 11 distribuidoras de gás natural, que atuam nos diferentes distritos a nível nacional.
Caso tenha se mudado recentemente para o local onde vive e ainda não tenha acesso a uma fatura antiga, pode informar-se sobre o seu CUI ao entrar em contacto com a distribuidora.

Deverá recorrer à distribuidora também quando estiver a fazer a instalação de gás num novo imóvel e precisar de obter um CUI. Convém destacar que este código nunca muda, independentemente das mudanças de proprietário ou fornecedora de energia.

Recomenda-se que faça a alteração ao contrato de gás sempre que estiver para entrar num imóvel cujo contrato não esteja em seu nome.

O que é o CPE – Código de Ponto de Entrega

Assim como o CUI serve para identificar a instalação de gás natural, o CPE permite identificar a instalação de eletricidade.

Este código é único para cada casa ou estabelecimento comercial que já tenha instalação elétrica.

Como identificar o seu CPE?

O CPE, assim como o CUI, está registado em cada fatura de eletricidade.

Os clientes Goldenergy que contratam os serviços de eletricidade e de gás natural podem encontrar a informação do CPE ao lado da do CUI, na caixa de “DADOS DO CONTRATO”.

Tal como o CUI, o CPE é formado por uma sequência de 20 dígitos:

  • Os dois primeiros são sempre as letras PT;
  • Os quatro que aparecem em seguida formam parte do Código Identificador do Operador de Rede – no geral, é formado por 0002, código referente à EDP Distribuição;
  • Os 12 algarismos que ficam a meio são uma sequência de números variável para cada imóvel;
  • Por fim, as duas últimas letras variam para cada imóvel.

Convém lembrar que o CPE não muda nunca, independentemente das possíveis alterações ao contrato de luz.

Para quê serve o CPE?

O CPE, como documento de identificação que é, é necessário para executar algumas questões no que diz respeito aos contratos de eletricidade:

  • Enviar as leituras à distribuidora;
  • Contratar ou mudar de comercializadora;
  • Alterar a potência contratada;
  • Modificar o titular do contrato;
  • Substituir a tarifa contratada.

Que entidade é responsável por atribuir o CPE?

A distribuidora de eletricidade. Poderá entrar em contacto com a EDP Distribuição através do número 808 100 100 para obter as informações necessárias.

Para isso, lembre-se de ter consigo:

  • Cartão de cidadão com número de contribuinte do titular do contrato;
  • Morada do imóvel onde será feita a instalação.

Convém relembrar que apenas o titular poderá fazer modificações ao contrato de eletricidade com a comercializadora.

Diferença entre comercializadora e distribuidora

Percebeu que fomos falando sobre comercializador e distribuidor, certo? Há diferenças e é importante que saiba quais são.

A comercializadora é a empresa através da qual contrata os serviços de eletricidade e/ou gás natural. Há 32 comercializadoras ativas atualmente em Portugal. A Goldenergy é uma delas.

Por outro lado, a distribuidora é a empresa responsável pelas redes de distribuição e pelo transporte de energia elétrica até às casas. Há atualmente 11 distribuidoras ativas no país.

Não se pode escolher a distribuidora que o irá atender: está condicionada ao local em que vive.

Por outro lado, pode sempre mudar de comercializadora, pois o mercado liberalizado de eletricidade permite-o deixar de lado os contratos de fidelização.

Se ainda não é cliente Goldenergy, pode sempre aderir a esta comercializadora que oferece apenas eletricidade proveniente de fontes 100% renováveis.

Somos amigos do ambiente e do seu bolso. Recentemente, o nosso kW/h foi eleito um dos mais baratos de Portugal e temos muito orgulho nisso!

Para casais sem filhos, a nossa fatura média é de 33€ – uma poupança de mais de 4€ em relação à tarifa regulada.

Entre em contacto connosco através do número 808 205 005 ou adira online à energia 100% verde que só a Goldenergy comercializa.

Porque o amanhã se constrói a partir das pequenas escolhas que fazemos hoje.

Partilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Quer aderir? Nós ligamos, grátis.

Deixe os seus dados para entrarmos em contacto consigo.

Poupe em casa e cuide do planeta escolhendo energia 100% verde.

Quer receber primeiro uma proposta? Simule e veja quanto vai poupar.

Artigos recentes

“Sou a Paula Cristina, 44 anos, e o meu valor é a superação.” É fácil perceber porque nós, que fazemos...
Se ainda não sabe, fica a saber: o Governo já deu o arranque oficial à segunda fase do programa Edifícios...
Executivas no feminino – a nossa rubrica dedicada a promover mais igualdade de género e de oportunidades, dentro e fora...

Mais lidos

Se ainda não é nosso cliente, agora vai querer ser. Conheça o nosso programa Campanha Amigo e saiba como ganhar...
Nos períodos de confinamento a recolha da leitura pelo técnico pode estar condicionada e é importante comunicar o consumo para...
Durante o mês de Novembro de 2020 o setor da energia assistiu a mais um importante passo na agilização de...