Goldenergy,

Alerta poupança! Sabe quanto consome um microondas?

Índice

Quer saber quanto consome um microondas? Fique connosco e vamos rever algumas regras de utilização que, talvez, tenha de alterar por aí. 😉

Antes de mais, deixamos o alerta: se não tem o hábito de tirar este eletrodoméstico da tomada, está na altura de repensar – porque este equipamento, presente em quase todas as casas, é dos que mais tem impacto na sua fatura da eletricidade.

Já deu para perceber, quando o assunto é o microondas da sua cozinha, que estamos a falar de consumos altos… E a Goldenergy fez as contas por si. Vamos saber mais!

Quanto gasta um microondas por mês: aprenda a calculá-lo

É um eletrodoméstico de dimensões reduzidas, mas que, apesar de pequeno, é um dos vilões da poupança de energia. 🙁

Estima-se que um microondas simples, em média, seja capaz de consumir algo entre 1,00 kWh a 1,50 kWh, por hora, em funcionamento. Modelos mais robustos e com mais volume podem chegar aos 3,5 kWh de consumo.

Quando está em stand-by o consumo reduz consideravelmente, mas ainda é significativo: ao longo de um mês ligado à corrente de eletricidade, mesmo sem ser utilizado, o seu microondas vai consumir às volta de 13 ou 14 kWh. O ideal é desligar o equipamento da tomada após cada utilização e é imprescindível que o faça se vai passar uns dias fora de casa.

Já agora, deve fazê-lo com todos os equipamentos da casa: carregadores, TV, modem da internet, box da TV cabo, secador de cabelo, banheira, máquina de café, robot de cozinha, etc. A única exceção é o frigorífico que, apesar de ser um devorador de energia, é responsável por manter os alimentos frescos ou congelados.

Quanto menos tempo tiver estes pequenos equipamentos ligados à corrente elétrica, maior será a sua poupança de energia – o planeta agradece e, claro, a carteira também. 🙂

Cálculo de consumo do microondas

Multiplique:

Potência do aparelho (Watts) x Número de horas (tempo de utilização) x 30 (número de dias do mês)

Divida o resultado por 1000. 😉

Quantos watts tem um microondas?

A maior parte das pessoas já faz uma comparação entre diferentes modelos antes de realizar a compra de um microondas, com o objetivo de perceber como poupar nas faturas da luz. Mas há outros pontos a ter em consideração quando se pondera a aquisição de equipamentos elétricos e marcas.

A questão do consumo de eletricidade pode estar a passar ao lado de muita gente, ainda, mas não deveria. A verdade é que nunca houve tanta informação acerca do assunto. Vivemos uma crise climática que tem causado grandes consequências negativas ao planeta, o mundo está a investir fortemente em tecnologias e políticas mais sustentáveis de consumo e, com os recentes acontecimentos, estamos a entrar numa possível crise de energia.

Dito isto, importa saber como e onde poupar, para que os nossos consumos sejam mais eficientes.

Hoje focamo-nos em saber quanta energia é consumida pelo microondas que temos em casa. Ao mesmo tempo, devemos fazer esta reflexão sobre todos os aparelhos que fazem parte da nossa rotina doméstica – e não só.

Para entender o consumo de energia elétrica de um microondas deve saber que tudo depende do tipo de eletrodoméstico que está em vista – ou seja, deve saber quantificar o poder de alcance da sua potência, que é um parâmetro medido através de watts e kilowatts. A regra é: quanto mais volume, mais potência e, assim, maior consumo de eletricidade.

Para ler esta informação, sobre o valor máximo de consumo do microondas, deve consultar as instruções que vêm na caixa de compra.

Diferentes tipos de microondas que pode comprar

Vamos entender como se dividem os microondas modernos, em categorias de produto:

  • Solo – são os aparelhos convencionais, que realizam as funções mínimas previstas para um equipamento do tipo, como aquecer comida e descongelar alimentos;
  • Equipados com grelha – são os aparelhos microondas que, para além de aquecer e descongelar, podem ser usados para grelhar alimentos;
  • Equipados com grelha e por convecção – podem ser usados, também, para assar.

Veja os consumos, por tipo de produto:

Tipos de microondas/Consumo de energia (em utilização)

  • Solo: de 0,3 a 1,3 kW/hora;
  • Equipado com grelha: 1,4 – 2,7 kW/hora;
  • Equipado com grelha + convector: 2,5 – 3,5 kW/hora.

Consumos por diferentes modos de utilização:

  • Finalizar o cozimento e aquecer- média de 700-800 watts/hora;
  • Descongelar alimentos – entre 300 a 400 watts/hora;
  • Aquecer refeições prontas – cerca de 100 watts/hora.

Note que as médias de consumo acima estimadas são influenciadas pelo volume em causa. Por exemplo: aquecer um prato de sopa com 500ml é diferente de aquecer uma tigela maior, com 1 litro do mesmo alimento.

Como conhecer a potência de um microondas

É a potência do microondas que lhe permite alternar as temperaturas e conseguir uma utilização inteligente/eficiente. 😉 Assim, a potência é uma das características mais importantes que deve observar, sendo capaz de determinar a capacidade do seu assistente de cozinha.

E porque são importantes as diferentes temperaturas? Porque é necessário assumir temperaturas ajustadas ao que pretende realizar, tendo em consideração distintos tipos de pratos e objetivos. Por exemplo, se quer aquecer uma sandes, é natural que não tenha de programar a potência equivalente a que usa para grelhar uma posta de salmão. 😉

Para aquecer, assar ou grelhar, vai ter de programar uma potência adequada à tarefa.

E qual é a melhor potência? Para uma utilização comum, a nossa recomendação é que escolha um aparelho com potência mínima de 900 watts – embora um de 800 watts não seja má ideia, mas só se for para aproveitar uma ótima promoção.

Aparelhos acima dos 900 watts vão ser capazes de realizar tarefas em menos tempo, com eficiência.

Para aqueles consumidores que utilizam o microondas para aquecer ou preparar maiores quantidades de comida – famílias numerosas, por exemplo -, recomendamos que escolham potências superiores. Lembre-se: quanto maior a potência, mais rapidamente as ondas chegam à parte interior dos alimentos – o que resulta num cozimento ou aquecimento por igual.

8 dicas para poupar energia no microondas

Já vimos que desligar o aparelho da tomada é uma das formas de poupar energia com o microondas. Vamos a mais dicas, para otimizar a poupança? 😀

  1. Compre o modelo de acordo com as suas necessidades: se a ideia é cozinhar, grelhar ou, até, gratinar alimentos, escolha um microondas com grelha. Se quiser abrir mão de ter um forno, pode comprar um microondas com esta função. No entanto, se a intenção é usar o microondas para aquecer ou descongelar refeições, não faz qualquer sentido comprar um aparelho em que seja possível grelhar e assar – bastante mais potentes do que um modelo comum.
  2. Atenção à classe energética: já ninguém tem dúvidas sobre a importância de comprar aparelhos eletrónicos com classe energética superior – e no caso do microondas não há-de ser diferente. Uma boa classe energética pode ser garantia de mais poupança na fatura mensal da luz.
  3. Use filtros de linha: aquelas extensões com várias tomadas e um botão para ligar/desligar. Assim, pode desligar, ou ligar, vários aparelhos ao mesmo tempo, em vez de andar de fio em fio. Se tiver o microondas, a máquina do café e o robot de cozinha ligados em linha, por exemplo, basta ligar o filtro quando estiver a preparar os cozinhados e durante as horas de refeições.
  4. Fique de olho na fatura da luz: faça a gestão dos seus consumos a partir da análise dos kWh consumidos que estão descritos na conta da eletricidade. Experimente comparar as faturas antigas com as seguintes, em que já está a otimizar o uso do microondas e outros equipamentos de cozinha.
  5. Regule a potência: a potência programada interfere no volume de consumo do aparelho, por isso, regule de acordo com a necessidade da altura.
  6. Não aqueça água no microondas: para esta tarefa existem os jarros elétricos. Aquecer água no microondas é desperdício de energia e pode danificar o seu aparelho.
  7. Não use o microondas para descongelar alimentos: mais uma vez, um hábito vilão da poupança de energia. Com algum planeamento, consegue descongelar os alimentos no seu frigorífico.
  8. Compre energia verde e compare tarifas: para poupar euros e energia ao planeta, nada como escolher um tarifário de eletricidade ideal para o seu perfil de consumo e dar prioridade aqueles que fornecem energia 100% verde.

 

Adira já à Goldenergy e pague menos pela eletricidade, enquanto consome energia de forma consciente. 😉

A nossa eletricidade é toda, toda mesmo, gerada a partir de fontes renováveis – e, por isso, mais amigas do planeta.

Partilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Quer aderir? Nós ligamos, grátis.

Deixe os seus dados para entrarmos em contacto consigo.

Poupe em casa e cuide do planeta escolhendo energia 100% verde.

Quer receber primeiro uma proposta? Simule e veja quanto vai poupar.

Artigos recentes

Quando falamos de dar as melhores dicas para tornar mais simples a sua vida aí em casa, a Goldenergy está...
Sabia que para carregar um carro elétrico fora de casa – ou seja, na rede pública de carregamento – é...
“Olá, o meu nome é Yolanda Hopkins. Eu sou surfista e normalmente represento a Seleção de Surf nacional. Agora também...

Mais lidos

Se ainda não é nosso cliente, agora vai querer ser. Conheça o nosso programa Campanha Amigo e saiba como ganhar...
Nos períodos de confinamento a recolha da leitura pelo técnico pode estar condicionada e é importante comunicar o consumo para...
Durante o mês de Novembro de 2020 o setor da energia assistiu a mais um importante passo na agilização de...