Nos últimos anos, as trotinetes elétricas conquistaram as grandes cidades e começaram a mudar a forma como nos deslocamos em curtas distâncias. 🛴

Com a promessa de uma mobilidade sustentável, estes veículos leves e ágeis ganharam popularidade entre os habitantes urbanos. No entanto, ainda há muito por esclarecer quanto a este meio de transporte. E é isso que vamos fazer.

Se ainda tem poucas certezas sobre as regras na estrada, como se deve comportar e, acima de tudo, não percebeu se afinal uma trotinete elétrica pode andar na estrada ou não, vamos deixá-lo a par de tudo agora.

Percursos permitidos para as trotinetes elétricas

Em primeiro lugar, importa saber como é que as trotinetes elétricas são classificadas pelo código da estrada.

Segundo o artigo 112º, as trotinetes elétricas são equiparadas a velocípedes. Quer isto dizer que podem circular nas ciclovias ou pistas mistas (para carros e peões). Na prática, os utilizadores deste meio de transporte têm de respeitar as regras aplicadas aos ciclistas.

E, afinal, quais são as regras para andar de trotinete elétrica? Embora não tenha de ter carta de condução, é preciso ter noções das regras de circulação na estrada, já que vai estar entre peões e veículos e todos os cuidados são poucos. Porquê? Só em 2023, já foram contabilizados mais 23% de acidentes graves com trotinetes elétricas, em Portugal, segundo dados do INEM (Instituto Nacional de Emergência Médica).

Precisa de saber ainda que as trotinetes elétricas têm prioridade à direita, podem circular paralelamente, mas desde que não causem transtorno na estrada. No entanto, a trotinete só pode transportar uma pessoa, ou seja, o condutor.

À semelhança de outros meios de transporte, deve manter uma distância de segurança em relação aos outros veículos para evitar acidentes. E a velocidade não pode ultrapassar os 25 km/h.

Onde é que as trotinetes elétricas não são permitidas?

Existem restrições para o uso das trotinetes elétricas. Aliás, a sua utilização chega a ser proibida em determinados locais.

Uma vez que não pode ultrapassar os 25 km/h, já seria de esperar que não pode circular em autoestradas ou vias rápidas, onde os veículos circulam a uma velocidade bastante superior. Caso isso acontecesse, representaria um risco à segurança do próprio condutor da trotinete.

Por outro lado, a circulação também está condicionada em zonas pedonais movimentadas, onde existe um grande fluxo de peões ou o espaço de circulação é reduzido. Há apenas uma única exceção: se quiser circular aqui, tem obrigatoriamente de transportar a trotinete elétrica na mão, de modo a não causar nenhum inconveniente aos peões que circulam. São eles que têm prioridade. Não se esqueça disso. 😉

7 conselhos para andar de trotinete elétrica

A segurança deve ser sempre a sua prioridade. Para isso, deve seguir algumas dicas essenciais na hora de se fazer à estrada para andar de trotinete elétrica. Ora tome nota. 👇

Respeitar as regras de trânsito

Antes de sair com a trotinete elétrica, familiarize-se com as regras do trânsito e as regulamentações específicas para trotinetes elétricas. Se não as cumprir e for multado, fique a saber que as coimas podem chegar aos 300€.

Usar capacete

Ainda que não seja obrigatório, o ideal é usar um capacete para proteger a sua própria segurança ao andar de trotinete elétrica na estrada. Como se costuma dizer: mais vale prevenir do que remediar.

Estacionar corretamente

Quando terminar a sua viagem, estacione a trotinete elétrica de forma responsável, fora do caminho dos peões e em áreas designadas para o efeito.

Respeitar os peões

Nas áreas partilhadas com peões, deve-se abrandar a velocidade e dar sempre prioridade aos que estão a fazer o caminho a pé. Desta forma, evita mais facilmente qualquer tipo de incidente.

Verificar as condições da trotinete

Certifique-se de que a trotinete elétrica está em boas condições de funcionamento antes de sair à rua. Veja o estado dos pneus, travões e a bateria de forma regular. Se incluir este hábito na sua rotina, vai ver que consegue antecipar algum problema, tal como nos carros, por exemplo, e garantir a sua segurança de todos com quem se cruza na cidade.

Evitar distrações

Não utilize o telemóvel ou auriculares enquanto está a andar de trotinete elétrica. Aliás, é expressamente proibido, mas nunca é demais lembrar. A sua atenção deve estar totalmente focada na estrada e no trânsito. 😉

Ter um seguro de responsabilidade civil

Apesar de não ser obrigatório ter um seguro, não está livre de se ver envolvido num acidente. E depois o que é que acontece? Pois é. O melhor mesmo é garantir que tem um seguro que proteja a sua trotinete, a si e a terceiros.

A Goldenergy está a contribuir para a mobilidade elétrica também. Se tem curiosidade em saber mais, fale connosco!