A instalação de painéis solares requer especial atenção a alguns fatores, sendo a inclinação um dos mais importantes. Não fosse ela a principal responsável por garantir a eficiência de todo o sistema e, claro, a rentabilidade do mesmo.

Para tirar o máximo partido do sistema de energia solar fotovoltaica, é necessário garantir que os painéis estão com a inclinação ideal para o lugar onde vive e adaptado às suas necessidades.

Mas, afinal, qual é a melhor inclinação para os painéis solares em Portugal? Como existem diferentes variáveis que podem influenciar a decisão, esta tarefa nem sempre é fácil. Por isso vamos tentar ajudar! 😉

Como é que a inclinação do painel solar influencia o seu desempenho?

A inclinação dos painéis solares tem importância na eficiência da captação da luz solar. E porquê? A resposta é simples: é a inclinação que faz com que os painéis recebam a quantidade máxima de luz solar durante o dia e, desta forma, consigam otimizar a produção de energia.

O ângulo certo pode variar em função da localização geográfica e das estações do ano, por exemplo. E conseguir alcançar o balanço perfeito entre todos os fatores pode aumentar, significativamente, a eficiência e a produção de energia de todo o sistema.

A limpeza dos painéis também pode, por outro lado, ser impactada pelo ângulo de inclinação que optar. Se tiver a inclinação adequada, a água da chuva vai ser capaz de lavar a superfície dos painéis solares, eliminando todos aqueles vestígios de sujidade acumulada, o que acaba por ajudar (e muito) a conseguir ter um sistema com uma maior eficiência energética.

Como é calculada a inclinação?

O cálculo da inclinação do painel deve pesar na balança a latitude do local e a estação do ano, essencialmente. Claro que depois deve ter sempre em consideração os painéis solares instalados e o grau de eficiência que procura.

Para alcançar a tão desejada eficiência energética dos painéis solares ao longo do inverno, incline-os mais 10 a 15 graus acima da latitude em que estão instalados. Isto vai permitir captar mais luz solar, já que os raios estão mais baixos durante esta estação.

Já no verão, deve fazer precisamente o contrário. Ou seja, incline os painéis menos 10 a 15 graus em relação à latitude. Assim, vai aproveitar ao máximo a luz solar, porque os raios solares estão mais altos nesta altura do ano.

Esta é uma das fórmulas mais comuns para chegar ao resultado que procura:

No verão:

Inclinação = Latitude – 10 a 15 graus

No inverno:

Inclinação = Latitude + 10 a 15 graus

A melhor inclinação para painéis solares em Portugal

A latitude, o clima e o tipo de sistema solar instalado é que vão ditar a inclinação do painel solar.

De norte a sul do país, é natural que a inclinação varie. Na região sul, onde o sol brilha mais intensamente, uma inclinação de aproximadamente 30 a 35 graus é considerada a ideal. Mas, o mesmo já não acontece se subirmos até ao norte, onde o clima já é mais ameno.

São estes ajustes que precisa de perceber na hora de instalar os painéis solares. Acredite que vão fazer a diferença na eficiência do seu sistema solar fotovoltaico. Por isso, tome nota da inclinação dos painéis solares em Portugal que deve escolher. 👇

Região Norte

No norte de Portugal, o clima é mais fresco e chuvoso e, por isso, uma inclinação de 45 graus (ou maior, até) pode ser mais benéfica. Na prática, esta inclinação do painel solar acaba por otimizar a exposição solar, ainda que em condições de clima menos favoráveis.

Região Centro

No centro de Portugal, onde o clima é mais inconstante, face ao sul, por exemplo, uma inclinação ligeiramente maior, de 40 a 45 graus, pode ser a mais indicada, porque ajuda a garantir uma captação de energia solar mais eficiente, mesmo em dias de menor exposição solar.

Região Sul

O sul é conhecido pelo clima ensolarado, com verões quentes e secos. Portanto, uma inclinação de aproximadamente entre 30 a 35 graus é o ideal. No fundo, isso permite que os painéis captem a maior quantidade de luz solar durante todo o ano, tirando o máximo partido dos longos dias de sol.

Ilhas

Para a Madeira e os Açores, a inclinação ideal pode variar ainda mais, devido às condições climáticas específicas de cada uma delas. Por isso, o melhor é obter um estudo detalhado da latitude local e das condições climáticas para determinar a melhor inclinação.

Para isso, nada melhor do que contactar um profissional que possa ajudar com todas estas questões. Além de mais conhecimento, não vai precisar de perder tempo à procura de informação e correr o risco de tomar uma decisão que não é a mais indicada para o seu caso. 😉

Problemas estéticos e de segurança

Até aqui apresentamos o que seria a inclinação ideal olhando apenas para o fator da exposição solar. No entanto, dizem os nossos especialistas, que nem sempre a inclinação é a melhor solução, por vários motivos, dos quais destacamos dois:

Segurança

Especialmente no norte litoral, o vento é normalmente de norte e muito forte. Um painel com 45º de inclinação pode ser arrastado pelo vento ou tombado.

Estética

Especialmente em telhados inclinados, recomenda-se uma instalação co-planar (os painéis ficam paralelos aos telhados).

Não deixe ainda de ler o artigo do nosso especialista em New Energy, o André Silva, sobre a melhor orientação dos painéis solares.