Goldenergy,

Lâmpada LED ou lâmpada economizadora de energia: qual é a melhor?

Índice

Atualmente, imaginar a vida quotidiana sem iluminação dentro dos ambientes fechados é quase impossível. Mas nada melhor do que escolher entre diversos tipos de lâmpadas eficientes, com alta durabilidade e baixo consumo de energia elétrica para poupar eletricidade e ser mais sustentável. Neste artigo vamos explicar como e quando escolher lâmpada LED ou lâmpada economizadora de energia.

Embora as lâmpadas não sejam os equipamentos elétricos que mais consomem energia numa instalação, podem causar algum impacto nas faturas de eletricidade, sobretudo se forem utilizadas com frequência.

Como sabemos que existem diversos tipos de lâmpadas, é preciso escolher as que trarão mais benefícios durante a sua utilização – seja para a sua economia doméstica ou para o meio ambiente.

Felizmente, algumas lâmpadas pouco eficientes já não são comercializadas na Europa, como as lâmpadas de halogéneo e as lâmpadas incandescentes. Isto porque estes equipamentos consomem muita eletricidade, o que vai contra as diretrizes para a redução da emissão de gases com efeito de estufa (GEE).

No entanto, outros tantos tipos de lâmpadas continuam disponíveis no mercado, como as lâmpadas economizadoras de energia e as LED. Apesar de ambos os dispositivos serem muito eficientes e mais modernos, há algumas diferenças entre ambas que devem ficar claras para os consumidores.

Para o ajudar na escolha e aquisição de lâmpadas eficientes, a Goldenergy preparou este artigo em que apresenta os diversos tipos de lâmpadas LED e de lâmpadas economizadoras de energia. Para além disso, vamos comparar as suas funcionalidades e vantagens. Porque cuidar do ambiente é mais fácil do que imagina!

Tipos de lâmpadas economizadoras de energia

As lâmpadas economizadoras de energia são dispositivos elétricos que possuem boa durabilidade e eficiência energética. Isto significa que consomem menos energia para iluminar do que as lâmpadas mais antigas, como a incandescente e a de halogéneo.

Por exemplo, a lâmpada fluorescente é considerada economizadora. Este modelo é composto por um tubo de vidro coberto com um material à base de fósforo. No seu interior, existem gases inertes a baixa pressão que ionizam ao ser aplicada uma corrente elétrica. A partir daí é gerada a luz visível.

Convém mencionar que existem dois tipos de lâmpadas fluorescentes: a tubular e a compacta. A primeira consiste num dispositivo que possui formato cilíndrico, oval ou redondo. Consegue proporcionar uma iluminação intensa nos ambientes, além de iluminar grandes áreas de forma mais uniforme.

Por isso, a lâmpada fluorescente tubular é ideal para ambientes onde se exercem atividades que requerem muita atenção. Por exemplo: corredores, galpões, garagens, cozinhas e escritórios.

Já a lâmpada fluorescente compacta, também chamada de CFL, tem um formato similar à lâmpada incandescente. É frequentemente utilizada para iluminar residências e comércios e apresenta função decorativa, já que é pequena quando comparada com a tubular.

Tipos de lâmpadas LED

As lâmpadas LED (Light Emitting Diodes, em português Diodo Emissor de Luz) são tecnologias avançadas e extremamente eficientes, que não utilizam reator ou possuem materiais pesados na sua composição, o que as torna ecologicamente corretas.

Para além disso, não emitem raios infravermelhos e ultravioletas, o que proporciona muito mais segurança para quem as utiliza.
Convém mencionar que existem diversos tipos de lâmpadas LED, pelo que o consumidor pode adquirir a que mais se adapta às suas necessidades.

Relativamente aos tipos de lâmpadas LED, listamos os principais:

  • Spot tipo dicroica: a sua luz é focada e é frequentemente utilizada nos candeeiros do tipo spot.
  • Bulbo: o seu modelo é similar ao das extintas lâmpadas incandescentes.
  • Tubular: são cilíndricas e compridas. Por isso, são ideais para locais amplos e que precisam de uma iluminação forte.
  • Bolinha: é similar à lâmpada bulbo, porém em tamanho reduzido.
  • Milho: como o nome sugere, o seu modelo lembra o formato de uma espiga. Possui base de rosquear e é utilizada nas iluminações comuns.
  • Espiral: o seu formato é em espiral e pode ser utilizada em diversas iluminações.

Relativamente às cores, a lâmpada LED também apresenta vários tipos: podem ser mais próximas de uma luz quente ou de uma luz fria. Para além do modelo tradicional (branca), há ainda lâmpadas LED amarelas, verdes, azuis, vermelhas, entre outras. Por isso mesmo, é utilizada para as decorações de Natal e para outras finalidades decorativas.

Por fim, as lâmpadas LED também podem ser encontradas em potências diferentes. No entanto, saiba que quanto mais lúmens e menos Watts tiver uma lâmpada, independentemente de ser LED ou não, menos energia consumirá.

Lâmpadas LED ou lâmpadas economizadoras de energia: comparação

Tanto as lâmpadas LED como as lâmpadas economizadoras de energia são muito eficientes. Até é possível classificar a lâmpada LED como uma lâmpada economizadora. Afinal, ambas são sustentáveis e, quando comparadas com a incandescente, têm um desempenho muito superior.

Por isso, apesar de o custo das lâmpadas fluorescentes e LED serem mais elevados quando comparados com os das outras lâmpadas, o seu custo-benefício é maior devido à sua longa durabilidade.

De facto, a lâmpada LED pode durar, pelo menos, 25 vezes mais do que as lâmpadas incandescentes. Ou seja, o seu tempo de vida útil ronda as 20 e 45 mil horas de utilização.

Já as lâmpadas fluorescentes duram entre 6 e 15 mil horas, pelo que têm uma vida útil até 6 vezes maior do que a de uma lâmpada incandescente.

Além disso, ambas as lâmpadas possuem elevada eficiência energética. A fluorescente permite poupar até 75% de energia elétrica quando comparada com a incandescente. Já a LED, na mesma comparação, poupa à volta de 80%.

Nesse sentido, estes modelos de lâmpada contribuem muito para o meio ambiente. Como são eficientes, consomem menos energia elétrica e, consequentemente, contribuem para a diminuição da libertação de gases com efeito de estufa.

Mas há ainda mais vantagens! Ao contrário das lâmpadas incandescentes, que perdem muita energia através do calor, estas lâmpadas convertem a maior parte da energia elétrica em luz. Ou seja, a conversão em energia térmica é mínima.

Para além disso, as lâmpadas LED não poluem o meio ambiente, uma vez que não possuem substâncias tóxicas no seu interior.
Por outro lado, a fluorescente, apesar de conter mercúrio em pequenas quantidades, requer maior atenção tanto na sua utilização como no momento de a descartar. Ou seja, deve descartá-la numa loja especializada em vez de a deitar para o lixo.

De facto, as lâmpadas LED podem ser mais caras, mas não precisam de tantos cuidados e duram muito mais tempo!

Convém lembrar que as lâmpadas fluorescentes também são excelentes opções para quem quer poupar na fatura de energia elétrica e, por isso mesmo, são consideradas economizadoras.

Logo, as lâmpadas economizadoras de energia e as LED são igualmente importantes, sustentáveis e de baixo consumo. Cabe a si escolher a mais adequada às suas necessidades!

Independentemente dos tipos de lâmpadas que escolher, a Goldenergy recomenda que sempre que possa escolha a luz natural! É bom para o seu organismo, para a sua poupança doméstica e, claro, para a natureza.

Aproveite também a luz solar para gerar a eletricidade que a sua família consome. A Goldenergy comercializa painéis solares e ainda trata de todo o processo de instalação.\

Adira já aos painéis fotovoltaicos pelo nosso site ou ligue para 800 500 292 e conte com a Goldenergy para construir ainda hoje um futuro mais verde e económico.

Partilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Quer aderir? Nós ligamos, grátis.

Deixe os seus dados para entrarmos em contacto consigo.

Poupe em casa e cuide do planeta escolhendo energia 100% verde.

Quer receber primeiro uma proposta? Simule e veja quanto vai poupar.

Artigos recentes

Preocupado com as faturas da energia? Sabemos que nunca foi tão urgente pensar em formas de pagar menos pelos consumos...
Estes aparelhos representam uma das possíveis escolhas que podemos fazer para aquecer a água da nossa casa, no caso de...
A autonomia dos carros elétricos é, e tem razão de ser, uma das maiores preocupações de quem quer comprar um...

Mais lidos

Se ainda não é nosso cliente, agora vai querer ser. Conheça o nosso programa Campanha Amigo e saiba como ganhar...
Nos períodos de confinamento a recolha da leitura pelo técnico pode estar condicionada e é importante comunicar o consumo para...
Durante o mês de Novembro de 2020 o setor da energia assistiu a mais um importante passo na agilização de...