Goldenergy,

Como escolher um frigorifico para poupar: veja as dicas

Índice

Se acha que estes equipamentos, a par de outros como o micro-ondas, são alguns dos vilões que mais pesam na fatura da luz, talvez não esteja enganado. São, efetivamente, eletrodomésticos responsáveis por grandes níveis de consumo. Por isso mesmo, na altura de fazer a sua compra deve saber como escolher um frigorífico para poupar. Sim, é mesmo possível, se souber fazer a escolha acertada. 😉

A cozinha é, de facto, o coração de uma casa. E não faltam boas razões para ser vista assim, afinal, é onde armazenamos e preparamos as refeições que servimos à família ou aos amigos. Estar entre tachos é uma atividade compensadora a vários níveis, mas a verdade é que os consumos energéticos inerentes à manutenção da nossa alimentação não são poucos e podem ter impacto negativo no orçamento das famílias.

É assim em todos os lares e não há muito como fugir: há equipamentos que são fundamentais e sem os quais não podemos ter a nossa cozinha a funcionar. Para estas situações, a solução passa mesmo por saber como escolher aqueles que são mais amigos dos baixos consumos.

Se está na altura de comprar um frigorífico, este artigo da Goldenergy é para si. 😀 Vamos ajudá-lo na escolha deste eletrodoméstico para que, além da sua utilidade, possa beneficiar de alguma poupança com a eletricidade.

Acompanhe as nossas dicas de seguida. 😉

O que deve saber antes de escolher um frigorífico?

Vamos descobrir algumas características que podem determinar a sua poupança com o frigorífico? Ora espreite e tome nota para decidir. 😉

Tamanho e espaço

O tipo de frigorífico, bem como a sua capacidade, é daquelas questões fundamentais a ter em conta quando está na altura de escolher o eletrodoméstico mais imponente da sua cozinha.

As opções são sempre muitas: com ou sem congelador, de encastre, combinado ou americano. E tudo isto tem influência no seu tamanho e no espaço que vai ocupar aí em casa.

Tudo depende, no fundo, das medidas que tem disponíveis para receber o novo equipamento e, claro, das suas necessidades de consumo no que diz respeito ao número de pessoas que partilham o frigorífico.

Capacidade

Dependendo da frequência com que vai às compras e do número de refeições que prepara em casa, um frigorífico com volume entre 100 e 150 litros deverá ser suficiente para satisfazer às necessidades de uma pessoa. Esta capacidade terá de ser elevada a 220 – 280 litros se o aparelho for atender a um agregado compostos de dois a quatro elementos.

Tipo de frigorifico

Frigorífico de uma só porta
Este é um modelo sem congelador. Será uma boa solução se quiser combinar com outro aparelho que congele – como um congelador vertical ou uma arca.

Frigorífico de duas portas
Com dois compartimentos, um para o frigorífico e o outro para o congelador (na parte superior) – sendo o primeiro aquele que, habitualmente, é maior e inclui prateleiras e gavetas, caixas para vegetais e frutas, e em alguns casos zonas mais frias para carnes ou peixes. Nos equipamentos de duas portas, o volume das zonas de congelação são menores, ao contrário do que acontece com os aparelhos combinados (mais espaço de congelação e menos de frigorífico).

Combinados
Quando combinados, estes eletrodomésticos têm o espaço do congelador na parte inferior (dividido, geralmente, em três gavetas – o que favorece a organização dos alimentos). Em regra, estes são modelos fabricados com funções avançadas, podendo incluir: sistema frost, super cool e super freeze.

Americanos
Os frigoríficos americanos são aqueles que têm duas portas posicionadas lado a lado. Uma das portas dá acesso ao frigorífico e a outra ao congelador. Têm realmente grandes dimensões e isto pode determinar a sua escolha. A sua capacidade, em litros, pode chegar aos 350 na parte do frigorífico e 170 na parte da congelação. Podem ter até um metro de largura.

Consumo de energia e potência

Deve conhecer a média de consumo destes aparelhos. Sendo o frigorífico daqueles aparelhos que estão ligados à ficha 24h, sem pausas, é natural que esteja bem representado na fatura da luz.

Estima-se que 20% daquilo que paga de eletricidade seja da responsabilidade deste eletrodoméstico tão essencial. E de nada adianta questionar este dado, mas é interessante saber, também, que há formas de poupar algum dinheiro – e alguma energia ao planeta – se souber escolher o modelo ideal.

Assim, deverá optar por um frigorífico com a classe energética mais elevada possível – ou seja, entre o A e o A+++. Um frigorífico de classe A+++ é, sem dúvida, mais caro… No entanto, pode significar uma poupança de até 80% no consumo de energia, face a um aparelho de classe D.

Na etiqueta do frigorífico, para além de constar a sua classe energética, é também indicado o seu consumo (em kWh).

Extra: dicas para escolher o melhor frigorífico

Escolha, se possível, um modelo com acabamento em inox – para além de serem simples de limpar, envelhecem melhor e, portanto, ficam bem na sua cozinha por mais anos.

Outro ponto importante será escolher bem a marca do seu eletrodoméstico. Se tem boa experiência com uma marca, é boa ideia ponderar manter esta escolha. Se não teve uma boa experiência com frigoríficos anteriores, é sinal de que precisa trocar de fabricante.

Se nunca comprou, peça ajuda: amigos e familiares têm sempre algo para partilhar sobre este tema. 😉

8 dicas para poupar com a sua compra

Depois de escolhido o modelo ideal, adequado as suas necessidades, importa fazer a melhor gestão da sua compra. Será que sabe o que fazer para que consiga reduzir o consumo de energia do frigorífico?

Os truques que deixamos de seguida servem para todos, mesmo para aqueles que já têm o seu frigorífico de eleição – seja novo ou mais antigo.

1. Posicione o frigorífico num local que seja fresco e tenha ventilação. Coloque-o afastado de fontes de calor, como o forno e a placo do fogão, e certifique-se de que está longe da exposição solar. Lembre-se que deve permitir que o seu sistema de circulação de ar funcione corretamente – ele está posicionado por trás do seu frigorífico. Para isto, deve favorecer a melhor ventilação: deixe um espaço de, pelo menos, 10cm entre o frigorífico e a parede (ou móveis). O mau funcionamento ou danos no compressor ou no motor significam mais gastos de energia.

2. Não abra o frigorífico muitas vezes sem necessidade. Deve mesmo evitar abrir e fechar as portas do seu equipamento, e o mesmo serve para aquele hábito de manter a porta aberta por muito tempo. Certifique-se, ainda, de que a porta fica devidamente fechada.

3. Regule adequadamente a temperatura. Sabe qual é a temperatura ideal do frigorífico? Nós dizemos: os 3ºC na parte do frigorífico é ideal, devendo evitar as temperaturas abaixo dos 0ºC ou para além dos 5ºC. No congelador, nunca programe para algo abaixo dos -18ºC.

4. Periodicamente, descongele o seu congelador. O descongelamento ajuda a evitar que se criem placas de gelo – estas placas prejudicam o funcionamento do congelador e fazem subir os consumos de eletricidade.

5. Dê atenção extra às borrachas! Se as borrachas do seu frigorífico não estiverem em boas condições, deve trocá-las. Elas ajudam a reter o frio corretamente e protegem o seu aparelho do excesso de esforço para manter a temperatura ideal.

6. Aposte na limpeza do seu equipamento. Deve limpar o condensador do frigorífico periodicamente – o ideal será de três em três meses. Remova todo o gelo que ficou acumulado no congelador, com regularidade.

7. Férias prolongadas? Esvazie o frigorífico. Se vai passar uns bons dias fora, aproveite para esvaziar o frigorífico, assim poupa no supermercado e pode desligar o aparelho da corrente, abrir as respetivas portas e sair descansado para as sua férias.

8. Adira à Goldenergy. As nossas tarifas são diversificadas e sempre competitivas, razões pelas quais arriscamos dizer que somos a melhor escolha de quem quer comprar energia em Portugal. 😀 E, para além dos preços amigos e das muitas opções de contratos, há outra forma de poupar connosco: investir em soluções de autoconsumo – como os painéis solares que temos na nossa oferta – pelos quais pode pagar em mensalidades (e, agora, com o IVA reduzido a 6%… É de aproveitar 😉 ). Entretanto, e nunca menos importante, a nossa energia é 100% verde e amiga do planeta – por isso, enquanto poupa euros com as faturas da Goldenergy, está também a cuidar do meio ambiente e do nosso futuro. 🙂

Agora que já sabe como como escolher um frigorifico para poupar e onde encontra os melhores preços de eletricidade, então, é caso para dizer que está com a faca e o queijo nas mãos. 😉

Partilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Quer aderir? Nós ligamos, grátis.

Deixe os seus dados para entrarmos em contacto consigo.

Poupe em casa e cuide do planeta escolhendo energia 100% verde.

Quer receber primeiro uma proposta? Simule e veja quanto vai poupar.

Artigos recentes

Conduz ou quer conduzir um elétrico? Já pesquisou sobre apoios do Estado, vantagens da condução, benefícios para o meio ambiente...
O Regulamento da Mobilidade Elétrica em Portugal (RME), publicado e vigente desde 2015, pela Entidade Reguladora de Serviços Energéticos (ERSE),...
Neste artigo a Goldenergy explica-lhe o que é e como funciona o kit de bombeamento de água com energia solar....

Mais lidos

Se ainda não é nosso cliente, agora vai querer ser. Conheça o nosso programa Campanha Amigo e saiba como ganhar...
Nos períodos de confinamento a recolha da leitura pelo técnico pode estar condicionada e é importante comunicar o consumo para...
Durante o mês de Novembro de 2020 o setor da energia assistiu a mais um importante passo na agilização de...