Goldenergy,

Manutenção de carros elétricos: guia para ficar a par de tudo

Índice

Os veículos elétricos são mesmo aquela aposta dos fabricantes que tem vindo como uma tendência para ficar nas nossas vidas. Já tem um ou está a apontar para a compra? Então, há algumas questões sobre esta tecnologia que ainda podem levantar dúvidas. Uma das mais frequentes recai sobre a manutenção de carros elétricos – e é mesmo sobre isto que vamos falar neste artigo. 😉

Já se questionou sobre como será a manutenção desses automóveis? Será mais cara ou mais barata? Mais frequente ou menos necessária com regularidade? Mais simples ou mais complexa? A quais aspetos o dono de um carro elétrico deve estar atento no que diz respeito ao funcionamento do seu veículo.

Todas as respostas que precisa encontra por cá. Fique connosco e tire todas as suas dúvidas. 😉

Que partes dos automóveis elétricos requerem mais manutenção?

Os carros elétricos podem possuir algo em torno de até menos 90% dos componentes, face aos carros a combustão. E, se não sabe, fica já a saber: as substituições desses componentes podem ser bastante menos frequentes.

Basta imaginarmos que as pastilhas de travão, por exemplo, apresentam uma durabilidade significativamente superior, devido ao sistema dos travões regenerativos – este sistema, para além de reduzir os níveis de desgaste desta componente, permite ainda carregar a bateria.

Outras vantagens do carro elétrico, que reduzem os custos e a regularidade das manutenções:

  • Não necessita de óleo para lubrificar o seu motor;
  • Tem menos filtros;
  • Não existe necessidade de proceder a uma manutenção de embraiagem ou de correias.

E, já agora, será que começou a entender como a manutenção de carros elétricos é bastante mais simples?

Vejamos por partes, uma a uma, como ocorrem essas manutenções.

Bateria

A bateria é, nos carros elétricos, a componente mais importante – mas isto é fácil de imaginar. 🙂

Mas será que sabia que, se bem utilizada, pode durar entre 15 a 20 anos? Este tempo de vida útil vai depender, sobretudo, dos cuidados que adota, como o tipo de condução e o tipo de carregamento que faz com regularidade.

A bateria é o coração do seu veículo elétrico e é ela que determina a autonomia do mesmo. Cuide dela. 😉

Nunca se deve carregar a bateria de um veículo elétrico na sua totalidade, como também não de deve deixá-la sem carga. Estas são as melhores dicas que pode considerar para manter a bateria do seu carro em bom estado por mais tempo.

Assim, tome nota destes valores: não deixe que a carga baixe dos 20% e nunca carregue acima dos 100%.

Tenha, de igual forma, em atenção, que a bateria não deve ser carregada imediatamente a seguir à condução, pois estará a submetê-la a altas temperaturas. Má escolha!

Lembre-se de deixá-la, primeiro, arrefecer – também deve, sempre que possível, evitar a sua exposição ao frio extremo. Tudo isso provoca o desgaste mais acelerado da bateria.

Então, guarde o seu carro elétrico, de preferência, numa garagem, evitando assim que fique exposto ao sol. Durante os carregamentos é preferível evitar essa exposição. Opte por fazê-los à noite.

Pneus

Não existe exatamente um período ou uma fórmula que possam ser estabelecidos para que se saiba quando os pneus de um veículo elétrico necessitam de substituição. Isto depende de imensos fatores determinantes, como a forma de condução, as condições das estradas, o design e, até, o clima. Ainda assim, podemos traçar algumas previsões sobre esta necessidade.

Se os pneus nunca foram substituídos durante um período médio de 5 anos em que ocorre a sua utilização, então, estes devem ser inspecionados anualmente por um profissional qualificado.

Como prazo máximo de vida útil dos pneus de um veículo elétrico, considere como 10 anos um período razoável. Se nunca forem trocados durante este tempo, o nosso conselho é que o faça – ainda que pareçam estar em ótimo estado de conservação.

Siga as orientações do fabricante sobre os tempos para a verificação das rotações dos pneus, da pressão de ar e do nível de desgaste – nunca custa andar de mãos dadas como a prevenção. 😉

Sistema de travagem

Todos os automóveis elétricos possuem um sistema que exerce a recuperação da bateria. Através desse mecanismo, sempre que o condutor trava ou que tira o pé do acelerador, toda a energia cinética que é gerada passa a ser recuperada, para assim, ser convertida em energia elétrica.

É a chamada regenerativa que também ajuda a manter as boas condições das pastilhas dos travões, durante mais tempo.

Tire o máximo partido deste sistema ao olhar com atenção para os seguintes passos:

  • Tire o pé do acelerador ligeira e gradualmente, em vez de travar, sempre que isso for possível;
  • Reduza a aceleração durante as descidas;
  • Acelere progressivamente.

E lembre-se de verificar, com um profissional capacitado, o estado do sistema de travagem, de acordo com as orientações do fabricante – nomeadamente, seguindo o número de quilómetros que lhe é indicado no manual de instruções.

Sistema de refrigeração

O sistema de refrigeração também deve ser verificado, porque é o mecanismo responsável por manter o motor à temperatura ideal.

As peças do motor devem estar suficientemente frias para que os seus componentes não derretam, no entanto, não podem estar tão frias que não permitam pôr o carro em funcionamento. Assim, para que este sistema funcione bem,  os níveis do líquido de refrigeração devem ser verificados, de forma bastante simples, todos os meses.

Filtro de ar

À semelhança dos carros à combustão, os veículos elétricos também possuem filtros de ar que, basicamente, impedem a passagem de pó, pólen e outras partículas presentes na estrada para o interior do veículo.

Verifique esses filtros seguindo as instruções do fabricante, com alguma regularidade, e garanta o bom funcionamento do seu automóvel.

Ar-condicionado

É natural que, ocasionalmente, também deva ser verificada a situação do ar condicionado – em qualquer que seja o tipo de veículo. A revisão é simples, mas deve ser feita por um profissional.

Quais são os custos de manutenção dos carros elétricos?

Será que a manutenção dos veículos elétricos custam mais ou menos dinheiro, face aos tradicionais? A resposta a esta pergunta é simples – tal como é simples a própria manutenção dos carros elétricos. 🙂

Se tivermos em conta que o motor de um carro elétrico soma um número bastante inferior de componentes para o seu funcionamento, fica fácil de perceber que este tipo de manutenção é bastante mais económico do que a manutenção comum de um veículo movido à combustão. Para além disso, os componentes de substituição também são menos. São só vantagens.

E quanto vai custar a manutenção? Geralmente, custam menos 50% do que as manutenções de veículos à gasolina ou gasóleo, mas tudo depende de alguns fatores variáveis, como por exemplo:

  • A marca e o modelo do carro elétrico;
  • O tipo de motorização;
  • Os respetivos componentes com desgaste;
  • O tipo de condução;
  • As estradas por onde esses carros circulam.

É mais barato manter um carro elétrico?

Cuidados a ter com os carros elétricos: em resumo

Como a tecnologia dos veículos elétricos é recente e, por isso, inovadora, é fundamental que o diagnóstico e a consequente reparação do carro sejam realizados exclusivamente por profissionais certificados e capacitados, que trabalhem com equipamentos especializados para o efeito.

Com vimos neste artigo, a bateria será, certamente, o item de substituição que vai significar o maior custo para o proprietário. Por este motivo, importa saber como manter a sua durabilidade. Também é útil lembrarmos que, apesar de ser necessária, a troca de bateria num veículo elétrico é um evento bastante raro de acontecer. Então, vejamos três passos simples que podem fazer com que a bateria do veículo elétrico funcione bem por mais tempo:

  • Se o carro elétrico não for utilizado por um período de tempo prolongado, a sua bateria de alta tensão terá de ser carregada a cada 3 meses, como forma de evitar que descarregue por completo;
  • Nunca deixe que a bateria do veículo sofra com um descarregamento total, pois isto faz com que perca a sua capacidade original e se degrade;
  • Não carregue a bateria a 100%;
  • Evite usar com regularidade os postos de carregamento rápidos (superchargers) e privilegie, sempre que possível, a carga lenta.

Carregamento elétrico com a Goldenergy

Já sabe que criámos o nosso primeiro ponto de abastecimento com a marca Goldenergy? Somos uma empresa de energia verde e, como tal, apostamos cheios de vontade na mobilidade elétrica.

Se está a pensar na compra de um carro elétrico ou se já tem um veículo desses aí em casa – como carro pessoal e da família ou, quem sabe, como carro de trabalho -, fale connosco sobre as suas opções de carregamento para a mobilidade elétrica. Estamos à distância de uma chamada. 😉

Caminhamos para o futuro junto consigo. Seja um cliente Goldenergy e faça uma escolha positiva: poupe na faturas, consuma apenas energia limpa e cuide do planeta.

A energia 100% verde está a construir o amanhã de todos. 😀

Partilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Quer aderir? Nós ligamos, grátis.

Deixe os seus dados para entrarmos em contacto consigo.

Poupe em casa e cuide do planeta escolhendo energia 100% verde.

Quer receber primeiro uma proposta? Simule e veja quanto vai poupar.

Artigos recentes

Preocupado com as faturas da energia? Sabemos que nunca foi tão urgente pensar em formas de pagar menos pelos consumos...
Estes aparelhos representam uma das possíveis escolhas que podemos fazer para aquecer a água da nossa casa, no caso de...
A autonomia dos carros elétricos é, e tem razão de ser, uma das maiores preocupações de quem quer comprar um...

Mais lidos

Se ainda não é nosso cliente, agora vai querer ser. Conheça o nosso programa Campanha Amigo e saiba como ganhar...
Nos períodos de confinamento a recolha da leitura pelo técnico pode estar condicionada e é importante comunicar o consumo para...
Durante o mês de Novembro de 2020 o setor da energia assistiu a mais um importante passo na agilização de...