Goldenergy,

Guia: como obter o cartão de mobilidade elétrica

Índice

Sabia que para carregar um carro elétrico fora de casa – ou seja, na rede pública de carregamento – é preciso ter um cartão de mobilidade elétrica? Desde 2020 que estes carregamentos passaram a ser pagos e é necessário ter um contrato de energia com uma comercializadora de eletricidade para a mobilidade.

Nós na Goldenergy somos verdes, verdinhos. E, claro, estamos de olhos postos na mobilidade elétrica em Portugal. Por isso, neste artigo vamos informar tudo sobre o tema: o que é, como funciona e como obter o seu cartão de mobilidade elétrica. Acompanhe! 😉

O que é um cartão de carregamento elétrico?

Se é o feliz dono de um carro elétrico ou híbrido, então, já sabe que os carregamentos podem ser feitos de duas formas: tendo uma wallbox instalada em casa ou utilizando um dos pontos de carregamento elétrico que estão espalhados por todo o país.

Ora, é exatamente aqui que falamos sobre a importância do cartão de carregamento elétrico. 🙂

Este é o cartão que substitui o antigo Mobi.E, que deixou de funcionar, e que permite fazer o carregamento fora de casa, num dos postos disponíveis na via pública. Sem este cartão, só poderia carregar o seu veículo elétrico em casa, com a sua wallbox privada.

Para pedir e receber o seu cartão de mobilidade elétrica há regras – e nós explicamos tudo.

Como obter um cartão de mobilidade elétrica

Para ter um cartão de mobilidade elétrica e, assim, poder aceder aos postos de carregamento, terá de ter – ou celebrar – um contrato de eletricidade com um dos comercializadores autorizados – os Comercializadores de Eletricidade para a Mobilidade Elétrica (CEME).

Cada pessoa com contrato ativo com um dos CEME pode pedir mais do que um cartão e, assim, distribuir pelos elementos do agregado familiar, por exemplo. Até agora, pedir e receber os cartões de carregamento é um processo gratuito. 😉

Este contrato é a permissão de acesso ao cartão nos dois tipos de postos de carregamento elétrico: os postos de carregamento normal (PCN) ou os postos de carregamento rápido (PCR). E qual é a diferença entre eles? É simples: os postos PCN carregam veículos elétricos até 22kW e os postos PCR carregam acima de 22kW.

No entanto, para utilizar qualquer um destes postos terá de adquirir um cartão de mobilidade elétrica para o carregamento de carros elétricos. Para ter acesso a um destes cartões, terá que celebrar um contrato com um dos Comercializadores de Eletricidade para a Mobilidade Elétrica (CEME).

Como pedir o meu cartão de mobilidade elétrica?

Para pedir um cartão de carregamento só tem de aceder à lista dos comercializadores autorizados pela rede Mobi.E – e selecionar o comercializador com que tem contrato de eletricidade. De seguida, basta fazer a solicitação de adesão ao serviço. Assim que o registo do pedido é concluído, é iniciado o processo de envio do cartão de carregamento, que será entregue na morada indicada.

Com este cartão em mãos tem acesso a uns incríveis mais de 3500 pontos de carregamento da rede. 😀

É possível carregar um carro elétrico sem um cartão?

Sempre foi necessário obter um cartão para o carregamento de qualquer veículo elétrico em postos públicos – em 2020 apenas se mudou para o cartão de mobilidade elétrica.

Desde esta altura que a utilização dos postos de carregamento passou a ser paga e que, por esta razão, já não está disponível o antigo cartão Mobi.E – substituído pelo atual cartão de mobilidade elétrica.

O antigo cartão permitia o carregamento gratuito, enquanto o novo cartão permite faturar a eletricidade consumida para o carregamento dos seus veículos elétricos nos postos comuns. A faturação dos consumos é feita através do seu contrato de eletricidade com um CEME.

Como funciona a mobilidade elétrica em Portugal?

Como usar os postos de carregamento?

Para aceder a qualquer um dos postos públicos de carregamento, como já vimos, terá de obter o seu cartão de mobilidade elétrica – a partir do contrato realizado com um operador CEME. A partir do momento em que recebe o seu cartão, pode usar os postos de abastecimento fora de casa.

E onde estão os postos de carregamento? A sua grande maioria está situada nos espaços de acesso ao público, como os lugares de estacionamento da via pública, as áreas de serviço, ou mesmo os parques de estacionamento de estabelecimentos comerciais, hotéis, e aeroportos.

Cada posto é composto por uma estação que comunica com a rede de eletricidade, o que permite a autenticação do cartão de carregamento e o registo dos consumos efetuados. Pode carregar os seus veículos elétricos em modo normal, modo rápido ou ultra rápido.

Estacionamento e tempo de carregamento

Segundo a lei, está estabelecido que só podem utilizar os lugares de estacionamento nas áreas de carregamento de carros elétricos os veículos devidamente identificados e em carregamento, e apenas durante um período limitado.

A identificação dos carros elétricos é feita através de um dístico que dá permissão ao estacionamento das áreas de carregamento.

O tempo limite que é permitido para o estacionamento em carregamento é determinado pela entidade que explora o posto em questão. É o proprietário do veículo o responsável por retirá-lo do local.

Quando excedido o período de carregamento que é estipulado pelo órgão operador competente, então o veículo elétrico passa a estar em situação de infração por estacionamento indevido.

E o que terá de pagar por carregamento?

Não paga nada pelo cartão e o valor do carregamento é variável, de acordo com o comercializador contratado e com a potência escolhida para o carregamento – mas varia, sobretudo, por conta das taxas cobradas pelos OPC, que são os Operadores de Posto de Abastecimento. Isto quer dizer que o valor pago ao CEME por cada carregamento não varia em função do posto, mas sim do operador da área em que está instalado.

Ao valor total cobrado, são somados os impostos comuns ao consumo, velhos conhecidos nossos: o IEC e o IVA.

Vantagens dos cartões de carregamento elétrico

Com um cartão de carregamento em mãos, fornecido pelo seu operador autorizado, passa a poder aceder aos postos públicos de abastecimento e esta é, claro, a sua grande vantagem. Mas a verdade é que os diferentes contratos podem oferecer outras condições vantajosas ao cliente de mobilidade elétrica.

Em algumas campanhas de tarifas é possível, por exemplo, que tenha direito a descontos nos carregamentos feitos em postos públicos – que podem significar grandes poupanças com a mobilidade elétrica ao final do mês e, por isso, têm um impacto positivo sobre a gestão do orçamento familiar.

Também existem outras vantagens associadas aos contratos de mobilidade elétrica, como a maior facilidade no acesso à compra e à utilização de pontos de abastecimento em casa – as chamadas wallbox. Muitos comercializadores criam planos contratuais, com pagamento em mensalidades, para que seja possível aos seus clientes fazerem os carregamentos dos seus veículos elétricos através de um desses dispositivos privados, instalados em casa de forma simples e rápida.

Carregamento elétrico com a Goldenergy

Quem já nos acompanha por cá sabe que, desde que criámos o primeiro ponto de abastecimento com a nossa marca, fizemos uma aposta na mobilidade elétrica. E este é um trabalho para a expansão.

Se já tem um veículo elétrico ou está a ponderar a compra de um, então está a pensar verde – como nós da Goldenergy, que só trabalhamos com energia amiga do planeta. Converse connosco sobre as suas opções de carregamento para a mobilidade elétrica.

Estamos a caminhar para o futuro em conjunto consigo e a criar soluções para a sua mobilidade elétrica.

Não pense mais e seja um cliente Goldenergy. Afinal, aderir à mobilidade elétrica não é apenas um passo para conseguir mais poupanças de dinheiro – é, também, uma escolha positiva que faz pelo meio ambiente e pelo amanhã de todos. 😀

Partilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Quer aderir? Nós ligamos, grátis.

Deixe os seus dados para entrarmos em contacto consigo.

Poupe em casa e cuide do planeta escolhendo energia 100% verde.

Quer receber primeiro uma proposta? Simule e veja quanto vai poupar.

Artigos recentes

Preocupado com as faturas da energia? Sabemos que nunca foi tão urgente pensar em formas de pagar menos pelos consumos...
Estes aparelhos representam uma das possíveis escolhas que podemos fazer para aquecer a água da nossa casa, no caso de...
A autonomia dos carros elétricos é, e tem razão de ser, uma das maiores preocupações de quem quer comprar um...

Mais lidos

Se ainda não é nosso cliente, agora vai querer ser. Conheça o nosso programa Campanha Amigo e saiba como ganhar...
Nos períodos de confinamento a recolha da leitura pelo técnico pode estar condicionada e é importante comunicar o consumo para...
Durante o mês de Novembro de 2020 o setor da energia assistiu a mais um importante passo na agilização de...